Xô, mosquitos! Dicas para proteger seu filho das picadas de inseto no calor

Além de incomodarem, elas podem causar alergias nas peles mais sensíveis. Veja algumas dicas de ouro para lidar com o problema e proteger o seu filho

Resumo da Notícia

  • Veja as principais dicas para driblar o problema
  • Saiba como agir se as picadas aparecerem
  • Descubra qual é a melhor opção para proteger o seu filho

Com a chegada do calor, vem também a preocupação em como proteger as crianças dos mosquitos e insetos. Para te ajudar nessa missão, te contamos dicas de ouro de como evitar as picadas (e o incômodo!) antes que as coceiras possam começar a aparecer.

-Publicidade-
(Foto: iStock)

Roupas

Quando o mínimo de pele é deixada exposta, pode ser uma alternativa para evitar os mosquitos. Vale lembrar que com o calor é muito importante optar por tecidos leves e frescos como, por exemplo, o algodão. Evite colocar roupas mais justas na criança, pois os insetos ainda conseguem picar por cima delas.

-Publicidade-

De olho nas janelas!

Nas noites quentes, é quando o problema mais costuma acontecer, principalmente por conta das janelas abertas. Para driblar a situação, você pode optar pelo uso de telas, além de controlar a temperatura do ambiente com ar condicionado.

Mosquiteiros

No quarto ou durante um passeio, os mosquiteiros são altamente recomendados para os berços e carrinhos. Vale lembrar ainda que no ambiente o uso de inseticidas não é recomendado quando a criança está lá, pois são tóxicos e podem causar reações alérgicas.

Repelentes

Eles podem ser um grande aliado na hora da prevenção! O Repelente Longa Duração Bebê Peles Sensíveis, da Granado, pode ser usado a partir dos seis meses de idade, além de ser recomendado também para adultos e gestantes! Com a composição de 25% de icaridina, ele garante 100% de eficácia e protege por até oito horas.

O repelente Granado pode ser usado a partir dos seis meses de vida (Foto: Divulgação)

Vale lembrar que ele é dermatologicamente testado e, claro, hipoalergênico. Além disso, o repelente também age contra o Aedes Aegypti, que transmite dengue, febre amarela e chikungunya por até seis horas.

Fiz de tudo e as picadas ainda aconteceram. O que fazer?

Procure sempre lavar as picadas com água e sabão neutro. Para diminuir a inflamação local e o inchaço, a família pode optar por usar gelo para acalmar. Se a criança apresentar reações alérgicas severas, é importante procurar um médico!

-Publicidade-