Aborto retido, do sonho ao pesadelo

Só quem viveu esse momento sabe a dimensão dele. Se permita sentir tudo o que precisa

**Texto por Ariella Medeiros, jornalista, mãe de Marcelo Henrique, de 11 anos

É um processo e você precisa se dar um tempo (Foto: iStock)

Falar de aborto é o mesmo que falar sobre aquela palavra proibida. Muitas mulheres não tocam no assunto. Principalmente, aquelas que passaram por um aborto retido. O luto gestacional é algo real e vivenciado profundamente pelas mulheres que passaram por um, independente de como aquilo foi ocasionado. A expectativa de ter aquele bebê nos braços, da escolha do nome, de conhecer o seu rostinho. Com quem irá parecer? Será com o papai ou mamãe? Sim, apenas com aquele papelzinho confirmando o diagnóstico, já brota em nós mulheres um sentimento inexplicável: Amor.

E a cada ultra, vendo o desenvolvimento daquele serzinho dentro da gente, esse novo sentimento incondicional, vai crescendo. Assim, como a nossa expectativa de que tudo irá dar certo. E cada dia da ultra, é uma verdadeira festa. Ver o nosso bebezinho no forninho que ali cresce, nosso milagre germinando. É um sentimento indescritível. E tudo isso, desmorona, em apenas um segundo. Naquele quarto escuro, naquela cama fria, com aquela voz estranha: “Sinto muito, não tem batimentos cardíacos”. Acredite: nosso mundo desmorona.

Muitas vezes, até repetimos o exame, com a intenção de acreditar que aquele diagnóstico estava errado. Mas, não. Era exatamente aquilo que nos disseram da primeira vez. O nosso bebê tão esperado não tinha vida. Como falam:
“Morte embrionária”. Duas palavras com um significado tão pesado para quem passou uma vida sonhando com aquele momento.

Mas, o pior ainda está por vir. Antes, você esperava pelo nascimento do seu lindo bebê. Desta vez, a espera estava mais curta: em torno de 20 a 30 dias, para ter o aborto espontâneo. Uma espera angustiante. Porque, após o luto, você precisa recomeçar. Mas, como recomeçar com um bebê morto dentro de você? E o pior, a fase seguinte: entrar em trabalho de parto para expulsar algo que você simplesmente queria que crescesse saudável. Sim, trabalho de parto. Todas as dores de um parto normal. As contrações e às vezes, até a intercorrência. No meu caso, uma hemorragia grave seguida de dois procedimentos: Amiu (Método de Aspiração Manual Intrauterina) e uma curetagem.

10º Seminário Internacional Pais&Filhos

É amanhã! O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! São oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: para se inscrever para os sorteios e ganhar prêmios incríveis, clique aqui!

O luto faz parte (Foto: Shutterstock)

Mas, tive sorte. Em meio a tanta angústia e dor e medo, muito medo, estava cercada de muito amor e humanidade. Muita compreensão de um companheiro, que não saiu nenhum minuto do meu lado. Que me apoiou e me deu todo o carinho necessário. Da minha família e amigos sempre presente. E um atendimento médico humanitário. Com bastante cuidado e atenção. Respeitando o meu choro, os meus gritos de dores, as minhas milhares de perguntas. Muitas vezes repetidas. Afinal, eu precisava entender. Foi uma morte silenciosa. Não havia sequer um exame que constatasse o que ocasionou o coração do meu pequeno(a) ter parado tão de repente.

O engraçado disso tudo é que o aborto retido é algo muito mais comum do que pensamos. Em torno de 30% das mulheres que engravidam, passam pelo transtorno de um aborto retido. Sei que dizer que isso acontece ou que foi vontade de Deus não são as melhores palavras a serem ditas para uma mulher que passa por esse tipo de situação. Ou pior, dizer que a mesma é forte e irá superar. Não, não iremos superar. Iremos sim, nos acostumar com esse momento difícil que estamos passando em nossas vidas. E com o tempo, iremos lidar com essa dor. Nunca esquecer, elas ficam em nossas entranhas. Em vez disso, que tal falar: “Sinto muito”? Ou até mesmo oferecer um ombro amigo? Acredite, será muito melhor.

E fale sobre o que aconteceu sempre que precisar. Troque experiências. Coloque o que sente pra fora. Não sinta vergonha por ter passado por esse momento. Expor o que está sentindo, te fará sentir muito melhor. E quem sabe, vir por aí, um bebê arco-íris? Ele nunca apagará o amor de um bebê estrela, mas trará alegria para a sua vida. Afinal, depois de uma tempestade, sempre vem o arco-íris. E todas nós, merecemos tamanha alegria.

CYBER MONDAY

Perdeu a Black Friday? Última chamada para aproveitar muitos produtos com descontos nesta Cyber Monday da Amazon! Para conferir todas as promoções em várias categorias, clique AQUI! Aproveite também o cupom OUTLET30 e ganhe 30% off em itens selecionados clicando AQUI. Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI.