Aproveite a quarentena para testar novas receitas e sabores em família

Envolva seu filho no preparo das refeições, assim ele se torna uma criança mais aberta a experimentar novos ingredientes! Separamos três ideias de pratos para fazer juntos

**Texto por Bia Goll, embaixadora da Pais&Filhos, e adepta à gastronomia permacultural

Aproveite a quarentena para melhorar a relação da sua família com a comida (Foto: Getty Images)

Desde o começo de março muitos pais estão pensando em como vão se virar na cozinha e trabalhar em casa com as escolas fechadas neste período de isolamento social.

Uma coisa que pode ser muito suave vira realmente uma situação dramática com essa cultura de pouca afinidade com o ciclo da comida.

Somos estimulados a não cozinhar e comprar muita coisa pronta.  Muita gente acredita que cozinhar a própria comida leva tempo ou não tem ideia de quais ingredientes misturar e criar pratos espontâneos, ou mesmo não come muita coisa, tendo as papilas gustativas fechadas e limitando muito experiências e criatividade.

Envolva seu filho no preparo das refeições, assim ele se torna uma criança mais aberta a experimentar novos sabores (Foto: Getty Images)

Agora de quarentena, todos pensando na saúde, no tempo, na degradação do planeta, cozinhar tem sido um dos assuntos mais procurados e compartilhados, milhares de cozinheiros em casa fazendo seus testes e dividindo as receitas nas redes sociais, uma maravilha!

Os produtores orgânicos vendendo mais que nunca, a procura crescendo a cada dia, estamos no caminho certo.

Mesmo assim, o número de pessoas perdidas é imenso. Então, vamos com passos de bebê.

Vou dar uma dica aqui: deixe seu filho com mais de 5 anos responsável pelos pratos frios da família. Elabore junto com ele um cardápio para a semana e todos os dias ele tem essa função: ser o guardião da alimentação fria de toda família!

Uma dica que dou sempre, mas é muito bom lembrar: nunca diga “meu filho não come tal alimento…”. Primeiro porque criança come de tudo, somente tem que aprender e tem que analisar caso a caso qual configuração emocional que construiu essa dificuldade.

Segundo porque se ela estiver ouvindo os pais dizendo isso, ela vai acreditar! “Ahh, eu não como couve, não como pimenta, não como grão-de-bico“, e por aí vai. Procure sempre elogiar seu filho em relação a comida: “Meu filho é o máximo! Experimenta tudo, come superbem”, mesmo que precise forçar a barra um pouco!

Terceiro, atualmente muitos pais têm dificuldade em comer bem, porque também não tiveram a introdução alimentar correta, dificultando a introdução alimentar do filho. Então, aproveitem para fazer isso juntos, com humildade e amor. Comece a tomar o café sem açúcar, a comer aquela verdura que sempre rejeitou,  não tomar refrigerantes, e assim por diante.

Além de curtirem tempo junto, isso vai ajudar vocês a descobrirem novas combinações e sabores de comida, humm! (Foto: Getty Images)

Aqui estão algumas ideias para começar, mas o legal mesmo é quando seu filho faz junto com você. Juntos, vocês podem criar os próprios pratos!

  • Salada

>Alface americana picada com as mãos; folhas de hortelã; tomate;  alguma semente ou castanha que tiver em casa; suco de limão; algum queijo que tiver em casa; azeite; e um pouco sal.

Essa é uma salada básica e a partir dela pode-se testar vários ingredientes que você disponibilizar, como rúcula (assim seu filho aprende a comer sabores mais picantes); agrião; todas as alfaces; azeitonas; alcaparras (sempre testando coisas novas a aprendendo a comer diferente, abrindo as papilas); morango; pepino (tudo que precisar de faca a criança pode usar uma sem ponta, assim também aprende a usar); queijos diversos; iogurte; maçã; pera; cenoura; ervas frescas diferentes como tomilho, manjerona, alecrim e o que mas você encontrar. Experimente!

  • Sanduíches frios

>sanduíche de queijo branco; mostarda holandesa (é bom para abrir as papilas para temperos mais fortes e ácidos); alface; cenoura ralada.

Nesta opção o céu é o limite também. Imagina quantos sanduíches diferentes seu filho pode criar! Disponibilize para ele uma lista de ingredientes que ficam a disposição como folhas, legumes, frutas, verduras, queijos e temperos. Faça com ele na primeira semana, sempre com entusiasmo e feliz em criar sanduíches juntos. Depois, ele terá que usar a própria criatividade para fazer os pratos – e mesmo que a ideia dele seja maluca, apoie e prove. Se for o caso, depois decida junto dele se os sabores combinaram ou não. Se não combinou, pensem no que poderia ter trocado para ficar melhor. Se combinou, parabéns!

  • Bruschetta

>bruschetta de queijo, acelga e uva passa. 

Seu filho pode montar sobre uma fatia cortada de pão uma bruschetta com acelga, uva passa e queijo. Fica com sabor sofisticado e bem crocante. A mesma coisa do anterior: disponibilize os ingredientes da semana que ele pode criar várias bruschettas divertidas para família! Criança adora brincar de cozinhar e sendo de verdade ele já se responsabiliza pela própria comida, mas de um jeito leve e feliz! E com o tempo vai realmente ajudar a todos.

Comida de verdade é isso: descobertas diárias, brincadeira com saúde.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!