Mãe vira empreendedora após deixar emprego fixo e engravidar: “Realização de um sonho”

Com a chegada das filhas, Fernanda Burtiche resolveu empreender e convidar mãe e tia para participar do desafio

Fernanda com as filhas Maria Luiza, 5 anos, e Valentina, de apenas 2 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

Deixar o emprego fixo para se arriscar no empreendedorismo não é uma decisão simples. Mas, no caso de Fernanda, viver a maternidade intensamente era o objetivo. A gravidez tão esperada trouxe Maria Luiza, em 2014, quando ela estava prestes a completar 9 anos como dentista da Força Aérea Brasileira.

Durante a licença-maternidade, várias ideias de negócio passaram pela cabeça dela. Malu era calma, então Fernanda usou o tempo livre para se organizar e começar a vida profissional. O primeiro empreendimento aconteceu com ajuda de uma vizinha, vendendo joias.

Mesmo sendo desligada da FAB, ela conseguia se virar financeiramente. Em 2016, Fernanda ficou grávida novamente. A vinda da caçula, Valentina, mudou tudo na vida da família. Nane, como foi apelidada pela irmã mais velha, era agitada e Malu passou a sentir ciúmes. “Por isso, acabei deixando meu empreendimento um pouco de lado, não conseguia segurar a onda”, conta.

Foi preciso se sentir perdida para se encontrar e entender seu lugar. Fernanda não sentia mais a ligação com os acessórios. Em casa, a dificuldade era em encontrar roupas que as filhas gostassem de usar e que não “coçassem” ou incomodassem. Foi assim que a ideia de confeccionar as peças surgiu.

Começar algo do zero pareceu um pesadelo, depois de passar por apuros com três costureiras. Ela cogitou desistir, mas lembrou de duas mulheres que sempre lhe apoiaram: a mãe e a tia, e resolveu pedir ajuda. As duas toparam o desafio e, assim, logo nasceu a Duas Pequeninas, uma loja de roupas infantis confortáveis, alegres e “daquele jeito que só avó sabe fazer”. O nome foi dado em homenagem às principais motivações, as filhas.

A marca já tem um ano e meio e segue como a realização de um sonho. “Ser mãe e empreendedora não é fácil, mas não meço esforços para dar conforto, bem-estar e principalmente amor para minhas crias”, finaliza. 

Conheça as peças da loja Duas Pequeninas no @duaspequeninas (Foto: Arquivo Pessoal)

Leia também:

Mãe encontra propósito no trabalho empreendendo e cria projeto sustentável

Empreender é caminho de mãe após a maternidade: “Me sinto muito empoderada”

Mãe vê no empreendedorismo a chance de recomeçar e cria loja online