Se minha roupa falasse

Ela contaria tantas histórias bonitas. Algumas que talvez até se perderam da minha mente

**Texto por Rafael Brais, criador do perfil @opapaidelas, pai de Linda e Olívia

E será que não falam mesmo? (Foto: Arquivo Pessoal)

Aparentemente, as camisas, camisetas e demais vestimentas não podem falar. Será mesmo? Analisando friamente, se elas vivem passando recados, despertando sentimentos, fazendo propagandas aqui e acolá, e até pedindo votos…por quê elas não podem falar?

Elas falam, sim! Essa camiseta da foto, por exemplo, fala demais. Está na família há quase oito anos e foi responsável por várias noites de bons sonhos das minhas filhas. Ela é uma peça! E numa época em que tudo é passageiro e sintético, ela, claramente, tem uma carta na manga para durar tanto.

Dia desses, ela falou que se lembra de cada instante que passou com as meninas. Das risadas, das brincadeiras, dos aprendizados, dos dentinhos perdidos, das noites de medo, das historinhas noturnas e das piadas sem graça do papai. E elogiou a evolução natural da vida, apesar de sempre ser mais rápida do que o esperado. Acima de tudo, ela se recorda de como tem sido feliz nesses anos com Linda e Olívia por perto. E, mesmo que um dia não sirva mais, ela garantiu que vai sempre se lembrar desses momentos.

Outra vez, quando eu estava tirando a camiseta do banho… Digo, da máquina de lavar, ela me confessou que fica esperando, todos os dias, a Olívia pegá-la na gaveta. “Sou apenas uma camiseta de pijama, mas tenho um prazer gigantesco de fazer parte da infância das suas meninas”, falou. “E quando eu durmo com a Olívia é duplamente especial porque eu também consigo fico perto da Linda”, disse, enxugando as lágrimas em si mesma.

Bravamente, ela resistiu ao tempo. Nunca deu ponto sem nó. Já foi batida, torcida, mas segue, sem manchas, alinhada com sua missão. E, no final das contas, sempre dá uma amaciada, principalmente quando as crianças se lembram dela. Até cogitada para doação ela já foi, mas confesso que não conseguimos: ela também vale muito pra gente. Essa camiseta pode até não ter voz, mas fala bonito demais!