Histórias familiares em relatos astrológicos

“Hoje com a minha família, eu quero passar os valores que aprendi mas não quero cometer os mesmos erros”

Eu sempre amei metáforas porque acredito que são formas de aprendizado inconsciente transformadoras. Desde sempre nos conectamos com arquétipos, com símbolos, representações e histórias. Hoje vou iniciar uma série de exemplos e relatos com o intuito de compartilhar informações da Astrologia Familiar dentro de contextos reais para que cada um de nós possa se identificar com algumas situações e experiências relatadas. E a partir dali, refletir para transformar e crescer! E vamos lá! Vou contar alguns casos e espero que faça sentido para você como filha, filho, mãe ou pai.

Conhecer o passado é entender o presente para projetar o futuro (Foto: Shutterstock)

“Quando eu era criança, percebia minha mãe pelos cantos, escondendo o choro, escondendo a tristeza. Sentia que algo estava errado. Mas ela sempre foi muito rígida e fechada. Descobri, anos depois, que o sonho dela era ser independente e trabalhar. Mas que por conta da família, ela desistiu desse sonho. Quando cresci, ela me direcionou a estudar Direito. Dizia que era importante me tornar independente para fazer minhas próprias escolhas. E mesmo sem ânimo algum, mesmo querendo estudar Música, estudei Direito e me tornei uma advogada conceituada. Minha mãe não me permitiu desistir. Hoje com a minha família, eu quero passar os valores que aprendi, mas não quero cometer os mesmos erros. Minha filha, tem aulas de música e mesmo ela desanimada, eu não permito que ela desista, não quero que ela se sinta como eu me senti, quero que ela tenha a oportunidade de se conectar com as artes, com a música e fazer suas próprias escolhas porque eu posso lhe dar suporte financeiro”.

Esse Mapa, tem Saturno em conjunção com a Lua, na Casa 5, em Leão. Isso significa que através dos filhos os mandatos familiares ou as crenças de sobrevivência são passados através da repressão da criatividade. Aonde vamos repetir algo que acreditamos ser real por medo de não sobreviver. Nesse relato, sem que ela percebesse, mostrou que ela fazia com a filha, exatamente o que a mãe fez com ela. A mãe projetou seu sonho de independência nela e ela projetou seu sonho de conexão com as artes na filha.  Num outro contexto, repetimos sem perceber que estamos repetindo.

A quebra dos Mandatos acontece quando adquirimos maturidade para assumirmos responsabilidade pela nossa vida e história e permitimos que os outros façam também suas escolhas. Ou seja, aceitar o destino de nossos pais como foi, para que não derramemos em nossos filhos essas expectativas.

A luz desse aspecto Saturno/Lua em Leão, traz a capacidade de guiar, liderar com muita responsabilidade emocional. A sombra traz a rigidez e o autoritarismo castrando ou podando a criatividade e as escolhas individuais. Nesse exemplo, ela poderia se permitir dançar, cantar se ela quisesse e não pela Mãe, por ela. Assim deixaria sua filha com a opção de escolha de seguir ou não essa carreira.

Aqui fica a pergunta: você sabe como ser líder sem impor seus próprios medos e expectativas? Como pais, sempre existe a busca pelo melhor para os filhos da forma como absorvemos. E como filhos, normalmente, buscamos agradar ou contrariar os pais numa tentativa de atenção.

Essa história, traz essa reflexão: qual dor você tem medo que seus filhos repitam? Qual dor você viu em seus pais que você tem medo de repetir? Se você ouvir com seu coração, você irá permitir que a maturidade comece a se manifestar em você e a se conectar verdadeiramente com as mudanças e quebra de crenças limitantes. Beijo enorme e até a próxima.