Colunistas

Aborto espontâneo: entenda por que não é sua culpa

A idade influencia muito nesses casos!

O aborto espontâneo é mais comum do que você imagina! (Foto: Getty Images)

Os riscos de aborto espontâneo no começo da gestação são relativamente comuns entre as grávidas. Ele acontece por causas genéticas inevitáveis relacionadas à fecundação, mas a idade da mulher é um dos principais fatores que favorecem a perda do bebê, assim como também dificulta no processo de gravidez.

Mulheres de 20 a 30 anos têm de 5% a 10% de chances de não conseguir prosseguir com a gestação. Na faixa etária dos 35 anos, essa probabilidade aumenta para 15% a 20%. Já em gestantes de 40 anos, o risco de perder o bebê no primeiro trimestre da gestação é maior que 40%.

Muitas vezes quando essa perda ocorre no começo da gravidez a gestante se sente muito culpada. É importante esclarecer que engravidar é um processo muito complexo e que envolve diferentes fatores físicos e genéticos.

Neste vídeo, o Dr. Igor Padovesi, que além de ginecologista e obstetra, é pai da Beatriz e do Guilherme, explica tudo sobre a fertilidade feminina e aborto espontâneo no novo vídeo da série “Gravidez Sem Neura”.

 

Leia também: 

Fertilidade feminina: existe idade certa para engravidar?

Gravidez: vacinas que você precisa tomar

Saiba quais são os riscos do parto normal