Ler, brincar e aprender sobre educação financeira

Há formas lúdicas e divertidas para apresentar o dinheiro ao seu filho

O que não faltam são ideias de como os pais podem incluir dicas de educação financeira para os filhos no seu dia a dia. Indico algumas delas sempre aqui na minha coluna, por uma razão muito simples: acho que essas explicações práticas são muito produtivas e repeti-las de diversas formas só reforça. Até mensagens meio subliminares, lançadas em uma conversa, tem efeito. Um “que bom que consegui economizar todos os meses, graças a isso estamos fazendo este passeio ou essa viagem”, traz uma referência positiva para o seu filho. Ou seja, um exemplo aqui, uma dica ali e a informação vai se fixando. É o tal de: ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’.

Com instrumentos da rotina, os pais podem falar sobre a importância do dinheiro com os filhos
Com instrumentos da rotina, os pais podem falar sobre a importância do dinheiro com os filhos (Foto: Getty Images)

A ideia é ficar esperto para reforçar, a cada oportunidade, dicas de como fazer suas escolhas e de como usar do que dispõe com inteligência. Pois há alguns anos fiz uma coluna falando sobre jogos que podem incentivar a entender como funciona o dinheiro tipo Banco Imobiliário ou o Jogo da Mesada. São divertidos, unem a família e ainda ajudam a educar os filhos.

Este mês recebi uma dica que achei uma boa opção nessa linha. Tem um tanto de propaganda da empresa que criou, mas achei a ideia lúdica, dá para se divertir enquanto ensina.

É que o Banco24horas (aquele mesmo, dos caixas eletrônicos) se juntou à edtech Dentro da História para criar um livro-jogo para os pais e seus filhos. No livro estão sugestões de como abordar o assunto dinheiro em cada etapa do desenvolvimento da criança. Dividido por fases. Tem dicas para crianças de 3 a 5 anos, como inventar uma moeda imaginária. Outras para as de de 6 a 8 anos, quando elas já têm conhecimento de matemática. E enfim, para quem tem mais de 9 anos, mais sofisticadas, abordando consumo consciente.

Mas as sugestões não são apenas teóricas, depois de toda a explicação vem uma brincadeira onde você e seus filhos vão montar um caixa eletrônico com tesoura e papelão, imprimir seu próprio dinheiro e até fazer um cartão. Depois jogar. E fazer um experimento de como será a vida futura dos seus filhos.

Mas não vou falar mais porque vira spoiler e estraga a brincadeira. O livro é gratuito, basta acessar aqui e baixar. Espero que vocês se divirtam e que seus filhos fiquem espertos com relação ao dinheiro!