Educar as crianças é uma chance de nos tornarmos melhores

São muitos os ensinamentos que damos para as crianças, mas talvez nos falta, de fato, aprendê-los

Então é novembro, já. E este ano tão louco, inesperado e difícil está quase acabando. Logo vem aquela coisa de fazer balanços, dar aquela refletida sobre o que nos aconteceu, etc. e tal. O pensamento vai dando as voltas dele e de repente me toquei de uma coisa que quero dividir aqui. Me empolguei! Seguinte: você já percebeu a grande, imensa, enorme oportunidade que temos de nos reeducar enquanto educamos nossos filhos?

Juntos é possível (Foto: iStock)

Isso aí, tipo uma segunda chance que a vida nos dá de retomar certos rumos, corrigir rotas… Você ensina e relembra. Duas mãos. Gosto bem disso. Poder voltar atrás, retomar, corrigir certos rumos, acertar arestas. Ou seja: educar um filho pode ser também a chance, a oportunidade, de nos tornarmos melhores. Olharmos para nós mesmos com olhos novos, sob outra perspectiva. Por que não?

Por exemplo, as boas e eternas “palavrinhas mágicas”: obrigada, com licença e por favor. A gente ensina para as crianças como usar na boa, com a maior convicção e na moral. A pergunta de um milhão de dólares: e nós, temos usado as famosas palavrinhas? Pois é… Acho que não.

Esquenta Black Friday

A Black Friday da Amazon está chegando! Para conferir os produtos que já estão com descontos incríveis em todas as categorias do site, clique AQUI! Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI.

Ser exemplo é uma responsabilidade e tanto (Foto: iStock)

Meu pai dizia: “Sorria para a vida que a vida te sorri”. É uma espécie do “gentileza gera gentileza”. Estamos vivendo tempos muito agressivos, partindo logo pra briga por coisas muito pequenas. É isso que queremos passar para os nossos filhos? Falta de educação, de empatia? Não adianta falar uma coisa e fazer outra, né, gente, sabemos disso muito bem. Nosso comportamento ensina mais que mil palavras.

Se na vida adulta essa coisa de falar de um jeito e agir de outro pode até ser entendida como uma maneira de sobrevivência na “selva”, com criança isso não cola, não funciona. Criança imita os pais porque acha que assim está fazendo o que deve. Criança quer ser aceita e amada, e copiando o que vê em volta, entende ser assim que é. Por isso, nossa responsabilidade é tão grande. E não adianta mentir nem para você mesmo no discurso, porque as atitudes não mentem.

Estamos vivendo tempos difíceis? Nossa, sem dúvida. Quanta mudança, quantas perguntas, quantas batalhas a serem travadas diariamente, quantos leões para serem mortos, né? Exatamente por isso a nossa casa deve ser um lugar de trégua, de conforto, confiança. Família, o lugar de conviver, viver “com”. Aceitar diferenças e aprender com elas. Você já me ouviu falar isso e vou falar de novo: felicidade é escolha e os hábitos da nossa família a gente é quem faz. Sua casa pode ser o paraíso na Terra. Está na sua mão, que assim seja.

Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!