As alegrias da vida sustentável

Os desafios de viver uma vida assim não são maiores do que a felicidade que este estilo de vida promove. Confira 5 delas

Fechamos o mês e Julho (Sem Plástico) com o dia da Sobrecarga da Terra. Aqui no Brasil foi dia 29. O que isso significa? Que já usamos todos os recursos naturais disponíveis para 2021, de forma que, a partir de 30 de Julho passamos a usar recursos das próximas gerações. Nada justo.

Uma vida sustentável traz não somente benefícios para o Meio Ambiente, mas para nós mesmos (Foto: iStock)

Bom, se a ideia é falar sobre alegria, porque comecei trazendo notícia ruim? Para mim, informações como esta (e tantas outras, científicas, porém nada animadoras) reforçam que não há outro caminho. Que cada um precisa fazer a sua parte. Indivíduos, famílias, empresas e governos.

Desde que nossa jornada Lixo Zero iniciou, certamente temos enfrentado muitos desafios. Ao mesmo tempo, somamos experiências incríveis de reconexão, gratidão que alegram nossas vidas. Cito aqui algumas delas:

1. Nos sentimos bem

Estudos revelam que as pessoas se sentem bem quando prestam atenção no Meio Ambiente. Li isso há alguns anos e posteriormente confirmei essa informação no livro “A virtude da  Raiva – E outras lições espirituais do meu avô Mahatma Gandhi”, de Arun Gandhi. Pode parecer bobo de tão simples, mas recusar descartáveis diariamente, catar lixo jogado na natureza, manter mais contato com ela, são apenas alguns exemplos do que pode nos fazer muito bem.

2. Nos conecta com Deus

A fé é algo muito pessoal, falo aqui da minha experiência. Sou cristã e sinto que viver uma vida sustentável me conecta ainda mais com Deus. A bíblia fala que “a natureza aguarda com grande expectativa pela revelação dos filhos de Deus” (Carta aos Romanos 8.19)! E outros textos dela confirmam o amor de Deus pela Terra, não apenas pelos seres humanos, mas por toda a criação (Evangelho de João 3.16). Logo, faz TODO o sentido, e traz muita alegria para o meu coração viver de forma coerente com aquilo que acredito.

3. Ver nossos filhos crescendo com esta consciência e prática

Um dos nossos maiores motivos de alegria é ver o Theo e a Nina crescendo com uma consciência e prática que nós não tínhamos na idade deles. Primeiro, porque acreditamos que eles não são apenas o futuro, eles fazem parte do presente. Como todos os seres humanos, plantam hoje o que colherão lá na frente. Segundo, porque já crescem conscientes da responsabilidade que lhes é devida e com muitas experiências de respeito aos seres vivos que estão ao nosso redor. Terceiro, nossos filhos crescem com uma boa noção sobre o que é realmente importante na teia da vida. Mesmo inseridos numa cultura tão capitalista, sabem que o SER vem sempre antes do TER.

4. Inspirar outras pessoas

Quando isso tudo começou, eu não tinha ideia para onde nos levaria. Hoje recebo diariamente mensagens de pessoas, trocas, perguntas… Fruto daquilo que vivemos em nossa casa. É muito legal saber que podemos inspirar positivamente outras casas que também já experimentam dos mesmos desafios e das alegrias!

5. Ter uma vida mais simples

Não somos ETs, acredite! Vivemos e convivemos com todos os desafios que uma vida urbana, bem normal, do ano 2021. Apenas decidimos “simplificar”. Tem gente que gosta de chamar de minimalismo, pode ser. A ideia é fazer escolhas mais conectadas com a realidade do Meio Ambiente, que não tem mais onde colocar tanto cacareco sem destruir nossos ecossistemas. Então, ainda que a mídia persista em nos vender um estilo de vida desconectado e vazio, diariamente nos perguntamos o que realmente importa. Para onde estamos caminhando? Que tipo de futuro nossas escolhas constroem? E sabe qual é a resposta mais recorrente? Viva simples… Simplicidade… Menos é mais. Saiba mais sobre esse tema clicando aqui!