Boa Notícia

Araras Azuis nascem em área de queimadas na Amazônia

A espécie está em extinção no Brasil

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

(Foto: Reprodução)

Um grupo de colaboradores da ANMI, San Matias e da Conservação da Parrot Foundation Bolivia recebeu a tarefa de inspecionar 807 quilômetros de reserva natural, ao lado de propriedades pecuárias e diferentes comunidades. Durante os estudos, os pesquisadores fotografaram o nascimento de araras azuis em uma área de queimada na Amazônia.

Isso foi possível graças ao trabalho conjunto feito entre a Fundação para a Conservação do Papagaio da Bolívia e a ANMI San Matias, que há três anos promove a conservação da arara azul. No Brasil, a espécie está em extinção desde 2004.

Araras Azuis nascendo (Foto: Reproduçaõ)

Segundo Jhonny Salguero, responsável pelas operações de conservação do pássaro, as árvores onde a arara azul havia se reproduzido já haviam sido identificadas. A iniciativa é parte do plano de conservação iniciado em 2014 e, aparentemente, está tendo resultados.

Durante o mês de setembro, foi realizado o primeiro monitoramento, que percorreu cerca de 807 quilômetros, onde estavam localizadas 18 propriedades pecuárias. Durante a revisão, foram encontradas em árvores 34 cavidades e 10 ninhos com ovos. Os pesquisadores comentam que um acompanhamento será mantido pelo restante do ano.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia mais:

Concurso premia as fotos mais engraçadas de animais e o resultado vai melhorar o seu dia

Meghan Markle está escrevendo seu primeiro livro infantil com história sobre animais

Cães voluntários visitam Hospital do Câncer no Mato Grosso e fotos bombam na internet