3 escolas que inovaram na arquitetura para aprimorar o desenvolvimento das crianças

A estrutura da escola influencia no desempenho da criança

concept2
(Foto: Alexandre Suplicy)

É comum vermos escolas incríveis e inovadoras ao redor do mundo. Mas você sabia que existem lugares assim aqui no Brasil? Selecionamos três exemplos para você acreditar e se encantar. Nelas até a arquitetura conta para o desenvolvimento dos seus alunos.

-Publicidade-

Escola Concept

A escola é focada na aprendizagem. “A instituição é resultado de um estudo de mais de três anos para chegar ao projeto final. Nós descobrimos que o espaço físico é muito importante no processo de aprendizado do aluno e queríamos garantir que ele tivesse uma experiência marcante”, afirma Leandro Martins, diretor de marketing do grupo SEB, pai de Chico.

-Publicidade-

Segundo Leandro, eles buscaram inspiração em nove países. “As principais influências para a arquitetura vieram da Finlândia e Estados Unidos”, exemplifica. O projeto de construção privilegia 100% a mobilidade. Todas as paredes da sala de aula são retráteis, proporcionando para alunos e professores múltiplos ambientes no mesmo lugar. “Também não temos barreira entre analógico e digital. A Concept tem painéis digitais espalhados por todos os ambientes, até mesmo no parquinho!”, explica o diretor de marketing. Em 2017, o grupo quer abrir mais duas unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro.

concept3
(Foto: Alexandre Suplicy)
concept
(Foto: Alexandre Suplicy)
sim
(Foto: Alexandre Suplicy)

Escola Eleva

A Escola Eleva é um casarão que já abrigou orfanatos, escolas e espaços dedicados à arte e educação. “Fizemos pesquisas, visitamos várias escolas ao redor do mundo para ver o espaço e como a arquitetura era utilizada”, comenta Antônia Almeida, diretora de Marketing da Eleva, mãe de Catarina e Victor.

A ideia é que todos os espaços tenham aprendizado, colaboração e criatividade. “Um espaço pode servir para mais de uma função”, explica Mariana Bokeou, gerente de Marketing da Eleva, mãe de Lara e Benjamin. Um exemplo é a oficina de protótipo. É um espaço de construção, mas também serve para colaboração, os alunos trabalham juntos.

Antônia conta que na biblioteca, por exemplo, você não vê só cadeiras duras, há também puffs e tapetes, para tornar o ambiente mais acolhedor. “A escola é uma junção do antigo e do novo que nós acreditamos ser inspirados para os nossos alunos”, completa Antônia.

escola-eleva
(Foto: Divulgação)
analice-paron5
(Foto: Analice Paron)
analice-paron13
(Foto: Analice Paron)

Escola Projeto Âncora

A escola fundada por Regina Celi de Albuquerque Machado Steurer e seu marido Walter. No ano passado o Âncora foi eleito uma das 12 escolas mais inovadoras do mundo por uma pesquisa que percorreu o globo inteiro.

Logo na entrada, ao invés de um prédio tradicional, existe uma tenda de circo. A escola também dispõe ateliê de artes, teatro e são os alunos que decidem as atividades que querem fazer e o ritmo dos estudos. O Projeto Âncora não tem salas de aula, todos os espaços são oportunidades de aprendizado para mais de 200 crianças e adolescentes de baixa renda da cidade de Cotia, São Paulo.

projeto-ancora2
(Foto: Divulgação)
projeto-ancora1
(Foto: Divulgação)

Leia também:

A idade certa de colocar o filho na escola

10 curiosidades sobre o desenho do seu filho

6 coisas que o bebê faz dentro da barriga da mãe

    -Publicidade-