6 truques para acalmar seu filho durante um ataque de birra

Saiba como você poderia ajudar as crianças a expressar tristeza ou irritação de maneira positiva

Lidar com os filhos pode não ser tão fácil (Foto: iStock)

É normal que as crianças fiquem irritadas, apesar de não saberem se expressar. Inteligência emocional é importante no desenvolvimento. Por isso, conversar com o seu filho para saber como ele está se sentindo é essencial. Aquele momento de birra acontece com todo mundo e sabemos que pode ser cansativo e difícil para lidar, mas temos algumas dicas para te ajudar.

-Publicidade-

Como você poderia ajudar o seu filho a expressar sua tristeza ou irritação de maneira positiva? Trouxemos 6 truques que você pode usar no dia-a-dia e melhorar a formar que as crianças lidam com as frustrações:

  • Contagem regressiva para acalmar

É difícil não se desesperar quando as crianças ficam nervosas, mas a situação pode ficar mais fácil quando você ensina a contagem regressiva. É simples: conte até 10 e controle a respiração. Isso também te garante um tempo para não ficar irritada.

-Publicidade-
  • Peça um abraço

É estranho mas sempre que o seu filho se estressar, diga: “tudo bem você pedir um abraço”. “Nós começamos a fazer isso com a nossa filha e agora eu vejo que na maioria das vezes quando ela está brava, tem uma chateação escondida ali. Um abraço faz com que ela se sinta melhor, mesmo que ela esteja brava comigo. Quanto mais ela pede por isso, mais rápido o choro para”, aconselha Laura Lifshitz, escritora e mãe solo.

  • Atividade calma

Geralmente, os filhos imitam as condutas dos pais. Então, em vez de brigar com o seu filho quando ele fizer uma birra, deixe-o fazer uma atividade mais calma, como ver um livro infantil, e converse sobre o porquê tal atitude é errada quando os ares estiverem mais leves.

  • Cante uma canção

Quem não gosta de música? Faça o seu filho cantar algo que o agrade. 

  • Aperte alguma coisa

No momento da raiva, as pessoas sempre querem bater em algo e não seria diferente com as crianças. Para aliviar a raiva, dê a elas uma bolinha, daqueles de ansiedade, sabe? Ou um travesseiro velho para que elas fiquem apertando.

  • Converse comigo

Como dito anteriormente, é importante que as conversas com o seu filho aconteçam. Verbalizar é essencial! Incentive-o sempre que possível a explicar o porquê da sua frustração. Ensinar os filhos a lidar com os sentimentos é parte das responsabilidade que todos recebem ao se tornarem pais.

Laura explica que ser empático não é sinônimo para ceder. É legal você compreender o porquê daquele sentimento. Além disso, ela reconhece que é legal dar um tempo para as crianças se acalmarem: “Quando uma criança está atacando, é importante deixar bem claro que aquilo não é divertido. Ter um tempo limite é aceitável para sua sanidade. Mas não deixe seu filho sozinho no chão de um shopping center, ok?”

Leia também:

Rafa Brites fala sobre maternidade e desabafa sobre birras do filho: “Maior desafio da vida”

Mãe dá dica infalível para evitar birras da filha e truque faz sucesso nas redes sociais

Saiba lidar com a birra do seu filho e entenda porque ela acontece com todas as famílias

-Publicidade-