70% das crianças com coronavírus não apresentam nenhum sintoma, diz pesquisa

Um levantamento divulgado pela Prefeitura de São Paulo (SP) mostrou que a maioria das crianças que testam positivo para COVID-19 são assintomáticas

A grande maioria das crianças que contraem o novo coronavírus não apresenta nenhum tipo de sintoma ou reação. É isso o que mostra a segunda fase do inquérito sorológico divulgado pela Prefeitura de São Paulo (SP), nesta quinta-feira (27).

-Publicidade-
(Foto: Getty Images)

Em entrevista coletiva, o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou que pelo menos 123 mil crianças entre 4 e 14 anos já foram infectadas pela doença em São Paulo. O número é ainda maior do que havia sido divulgado anteriormente. De 18 de agosto para cá, as testagens indicaram quase 15 mil novos casos.

“Nós tivemos aumento de prevalência das crianças que tiveram contato e produziram o anticorpo do vírus aqui na cidade. Tivemos aumento de prevalência em todas as faixas de idade”, disse Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde. Do total de contaminadas, 69,5% não apresentaram nenhum tipo de sintoma.

-Publicidade-

Desde o começo do mês, milhares de crianças da capital estão sendo testadas para saber se já tiveram contato com o vírus. O objetivo é mapear a quantidade de casos para, então, traçar estratégias para a volta às aulas na rede municipal de ensino.

Segundo o prefeito, uma possível data de retorno só será definida depois da terceira etapa do inquérito sorológico, que só deve ser divulgada no mês que vem. “Nos próximos dias, entre 10 e 15 de setembro, nós devemos ter a terceira fase do inquérito realizado com crianças, abrangendo não apenas os alunos da rede municipal mas também da rede estadual e privada na cidade de São Paulo. E, a partir da terceira fase, a prefeitura vai decidir se teremos ou não retorno às aulas neste ano na cidade”, afirmou.

 

-Publicidade-