Absurdo! Pai entra em briga de crianças e agride menino de 11 anos durante partida de futebol

A discussão aconteceu em uma festa de aniversário no condomínio

A confusão aconteceu durante uma partida de futebol (Foto: reprodução / Youtube)

Na sexta-feira, 15 de novembro, uma briga entre crianças acabou em uma agressão de um adulto com um menino, em um condomínio, em Guará. Os dois, um de 10 anos e outro de 11, estavam discutindo por causa de um desentendimento em uma partida de futebol.

-Publicidade-

Em um vídeo, feito pelas câmeras de segurança do prédio, é possível ver as crianças trocando empurrões perto de um bebedouro. Um dos pais, que estava no momento da discussão, se envolveu e empurrou o menino de 11 anos conta a parede.

De acordo com a mãe da criança, assim como informado ao portal, a agressão foi muito além do empurrão. Sem aparecer nas filmagens, ela afirmou que o homem e o filho foram para um local sem câmeras, onde ele levantou e puxou o garoto pela roupa. “Segundo testemunhas, ele levantou meu filho. Depois, foi ver o filho dele e notou que estava com a boca machucada. Ele volta e pressiona meu filho contra a parede. Isso só terminou quando a mãe do aniversariante veio intervir”, desabafou.

-Publicidade-
O pai de um dos meninos agrediu o outro (Foto: reprodução / Youtube)

“Tudo tem início quando o filho caçula do agressor vai beber água. Meu filho chega perto dele falando do jogo. Aí começa o problema. O irmão mais velho do menino chega empurrando meu filho, que se defende. A criança que o empurrou caiu no chão. Quando o pai dele viu isso, partiu pra cima do meu filho empurrando-o e proferindo agressões verbais.”, contou.

Ela contou também que o filho não era de arrumar confusões, mas a briga aconteceu por causa de “discussões de jogo” enquanto estavam em uma festa de aniversário no condomínio. A mulher disse que morava no prédio até um dia antes da situação acontecer, local onde ficou durante quatro anos.

O caso foi registrado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adelescente (DPCA) e o homem ainda será ouvido em depoimento. A mãe do menino de 11 anos disse que ela e o pai da criança não conversaram ainda.

Assista ao vídeo:

Leia também:

Menino pula do nono andar para fugir da agressão dos pais e morre na Ucrânia

Outras mães desabafam sobre confiança em creches após menina acusar professora de agressão

Mãe agradece apoio recebido após agressão em clássico Grêmio e Internacional

-Publicidade-