;
Criança

Adolescente diz ser menino desaparecido há 7 anos: “Eu só quero chegar em casa”

Ele contou ter sido sequestrado por 2 homens

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

O adolescente pediu ajuda das pessoas na rua até ser ouvido pela polícia (Foto: reprodução/CNN/KS CA/AP)

Um adolescente vagou pelas ruas de Newport pedindo ajuda das autoridades nessa última quarta-feira. Ele alegava ser Timmothy Pitzen, uma criança desaparecida desde 2011. As pessoas que passavam pelo local contaram a CNN que o rapaz estava bastante ansioso e nervoso.

“Ele andou até o meu carro e perguntou ‘Você pode me ajudar?’. Eu só quero chegar em casa“, contou uma testemunha. “Eu perguntei a ele o que estava acontecendo e ele me disse que havia sido raptado“. A polícia foi acionada pela filha de um morador da vizinhança.

A mulher fez a ligação após o adolescente contar que havia corrido por duas horas e seu estômago doía. Com a chegada da polícia, ele confirmou a história dizendo ter fugido de dois sequestradores que o mantinham em cativeiro por sete anos.

Timmothy Pitzen sumiu após uma viagem de carro com a mãe em 11 de maio de 2011. Na época, o menino tinha 6 anos. Três dias depois, a mãe se suicidou e o corpo foi encontrado no quarto do hotel junto de um bilhete. Nele, ela escreveu que o filho estava com pessoas que o amavam e finalizou: “Vocês nunca o encontrarão”.

Timmothy tinha 6 anos quando desapareceu (Foto: reprodução/CNN/KS CA/AP)

O exame de DNA confirmou que o adolescente não era de fato Timmothy, mas Brian Michael Rini, de 23 anos. “É devastador. É como reviver aquele dia todo novamente”, desabafou a tia do menino a CNN. A avó também comentou o caso: “O pai do Timmothy está devastado novamente. Assim como nós“.

A família procurou a criança por anos, em vários estados. Antes de tirar sua vida, a mãe do menino ligou para vários familiares de uma localização desconhecida garantindo que o filho estava seguro. De acordo com alguns parentes, ela tinha um quadro de depressão e o relacionamento com o esposo não ia bem.

Ela temia que um juiz tirasse a guarda do filho por conta dos desvios mentais. A história continua sendo um mistério, assim como o paradeiro de Timmothy.

Leia também:

Como assim? Mãe desaparece em maternidade cinco dias após dar à luz

Conheça o caso do desaparecimento de Madeleine McCann que vai virar documentário na Netflix

Mãe reencontra filha que foi dada como morta em incêndio 6 anos atrás