Criança

Alunos de escolas municipais reciclam e trocam por “dinheiro” feito para compra de brinquedos

Cada escola de Ibirá, no interior de São Paulo, montou sua própria lojinha que funciona em um dia da semana

Caroline Passos

Caroline Passos ,Filha de Maria Aparecida e Agnaldo

 

“Ibirazinho real”, moeda utilizada nas escolas municipais de Ibirá-SP – Foto: Reprodução/TV TEM/G1

O “ Ibirazinho real ” foi o nome dado para a moeda utilizada como incentivo para a reciclagem nas escolas municipais da cidade de Ibirá (SP). O projeto socioambiental desenvolvido pelo professor Adriano Júnior envolveu cerca de 1,2 mil alunos, juntamente com todas as famílias.

A cada 35 latinhas ou garrafas pets, os alunos têm direito a um “Ibirazinho” e, com isso, trocam por brinquedos que a própria prefeitura compra com o dinheiro recebido da cooperativa de reciclagem que paga pelo material.

O dinheiro escolar imita as cédulas reais. Têm numeração, faixa holográfica para atestar a autenticidade e são impressos em papel especial.

Desde que as crianças descobriram que os recicláveis valiam “Ibirazinhos”, a rotina da cidade e das famílias mudaram por completo. Os alunos desenvolveram uma consciência ecológica maior e contagiaram seus pais com isso.

“A cidade mudou o pensamento de separação de lixo, envolvimento dos pais, da criançada. Isso eu não esperava. Tem sido uma alegria muito grande”, disse o professor Adriano Júnior, em entrevista ao G1

Crianças de Ibirá reciclando – Foto: Reprodução/TV TEM/G1

 

Lojinha da escola com os brinquedos, em Ibirá-SP – Foto: Reprodução/TV TEM/G1

 

Leia também:

Reciclagem em casa: a família toda pode ajudar 

Vídeo: professora carrega um aluno de cada vez no colo em alagamento e emociona milhares de pessoas

10 brinquedos para seu filho desconectar e curtir em família