Criança

Bater, não! Padrasto é condenado depois de dar chineladas no enteado de 4 anos

O caso aconteceu em Criciúma, Santa Catarina

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

O laudo pericial mostra lesões no corpo da criança (Getty Images)

Um homem, de 23 anos, deu chineladas no enteado de 4 anos. A ação deixou hematomas pelo corpo todo da criança, mas as lesões só foram percebidas na escola que a criança frequenta. Com a justificativa de repreender o mau comportamento do menino, o homem bateu na criança com uma sandália que deixou marcas no corpo. O caso aconteceu em Criciúma, em Santa Catarina, em 2013.

Na escola, o menino não quis tirar a blusa de frio, mesmo passando calor. Ele dizia que não queria ficar sem as mangas cumpridas. Logo, a secretária do colégio desconfiou que alguma coisa não estava certa. No mesmo dia, ao ver um machucado na perna do menino, levou-o até a sala para entender o que estava acontecendo.

Quando levantou as roupas da crianças, se deparou com várias marcas, em diferentes regiões do corpo. A mãe, quando informada, comentou que não tinha conhecimento das lesões, mas disse que já tinha visto o companheiro bater no filho. O homem foi condenado por lesão corporal na esfera de violência doméstica.

Com a condenação em 1º Grau, a defesa do réu apresentou um recurso e sustentou que não há elementos comprovadores que mostrem que ele realmente bateu no menino. A defesa também apontou que este foi um comportamento atípico, uma vez que a ação do acusado foi uma reação ao mau comportamento da criança. A pena foi ajustada para três meses de detenção em regime semiaberto. O processo está em segredo de Justiça.​

Leia também:

Marido de Kelly Key fala sobre assumir paternidade da filha da cantora com Latino: “Eu que criei e dei amor”

Noivo de Carol Dantas faz tatuagem em homenagem ao filho dela com Neymar: “Eles se dão superbem”

Famosa americana perde a guarda do filho depois de acidente com cachorro: “Agiram pelas minhas costas”