Bebê de um ano tem queimaduras por conta de protetor solar e mãe alerta: “Tenham cuidado”

A menina estava usando protetor solar com restrição de idade a partir dos seis meses

(Foto: Reprodução / PopSugar)

Em um dia quente de verão, Rebecca Cannon seguiu todas as orientações na parte de trás do protetor solar que ela comprou. O rótulo informava que o spray era seguro para crianças de seis meses de idade ou mais, e que, para aplicar no rosto, o protetor solar deveria ser pulverizado nas mãos e depois esfregado na pele. No entanto, a filha de 14 meses, Kyla, sofreu queimadurar graves bem no meio do rosto.

-Publicidade-

Segundo o portal PopSugar, Rebecca falou sobre o acontecimento e pediu para que todos os pais tenham cuidado com os protetores solares. Ainda contou que a filha está indo bem na recuperação. “Kyla está de volta em casa depois de outra viagem de hospital esta manhã devido ao inchaço extremo, mas ela está indo bem e está de bom humor. Por favor, observem e tenham cuidado ao usar protetores solares em aerossol! Eu fiz muita pesquisa desde que voltei para casa e encontrei uma quantidade preocupante de casos como o nosso”

A mãe indignada não entende como esse produto ainda está sendo vendido. “Eu não sei porque não é removido das prateleiras! Por favor, tenha cuidado. Conversei com a empresa do filtro solar e neste momento, além de um reembolso pelo produto, não parece que eles farão qualquer coisa”, contou.

-Publicidade-

Apesar da quantidade de queimaduras, Rebecca afirmou que não estava no sol com a filha. “Eu só quero que os pais tenham cuidado com o que estão colocando em seus filhos”, disse ela à POPSUGAR. “Na parte de trás da garrafa, disse que era seguro para uso em todas as idades, menos para crianças de 6 meses de idade” finalizou.

Leia também:

Criança sofre queimadura química causada por tatuagem de henna

Bebê tem queimaduras de 2º grau causadas por protetor solar e mãe alerta: “Fiquem atentos”

Andressa Suita faz vídeo alertando mães após sofrer queimadura

 

-Publicidade-