Cadelinha é responsável por distrair e animar crianças ao se vacinarem contra a Covid-19 na Califórnia

Lucy é a pet da funcionária do Hospital Infantil de Rady, Melanie Jacobson; o objetivo da presença da ajudante é acalmar e divertir os mais novos com medo

Resumo da Notícia

  • Cachorrinha é presente em hospital com a intenção de distrair crianças durante a imunização contra o coronavírus
  • A tutora Melanie a leva no ambiente de saúde duas vezes por mês
  • Ter um pet pode fazer muito bem às crianças

A cachorrinha Lucy tem 6 anos e é o sucesso do Hospital Infantil de Rady. Em tempos de combate ao coronavírus, a ideia da tutora foi levar a pet para animar as crianças por lá, fazendo com que elas esquecessem que estavam no hospital com a finalidade de serem vacinadas.

-Publicidade-
Melanie Jacobson, a tutora, e a amiga de quatro patas, Lucy (Foto: Reprodução/Fox)

A presença da cadelinha se dá duas vezes ao mês, porém esta já frequenta o ambiente de saúde há 3 anos. O hospital passou a aplicar a vacina contra a Covid-19 no dia 21 de junho e, graças ao processo, já imunizou mais de 1,5 mil crianças, fator que fez com que os enfermeiros tenham trabalho dobrado nesta última semana de junho.

Uma das enfermeiras do hospital que é responsável pelo setor da aplicação da vacina, Blanca Montano contou que, desde o início dos programas hospitalares de Lucy, muitos pais de crianças passaram a ficar emocionados ao acompanharem a imunização dos filhos.

A cadelinha Lucy, sendo muito bem quista no hospital vestida com seu jaleco (Foto: Reprodução/Fox)

Melanie tem muito orgulho de sua ajudante de quatro patas, a qual foi amada tanto pelos pacientes quanto pelos funcionários do centro hospitalar: “Ela é uma distração muito boa, especialmente com sua fantasia de médica”, contou Melanie quando contatada pela Fox.

Estudos afirmam que a companhia de cachorros e/ou animais de estimação fazem muito bem às crianças! A presença de um em casa pode trazer socialização e desenvolvimento emocional, estímulo ao cérebro, controle do estresse e uma amizade além da vida, além da possibilidade de prevenir o desenvolvimento de doenças como asma e outros problemas respiratórios.

Mesmo que o programa de vacinação tenha sido iniciado há um tempo, a emoção ainda prevalece. Transformar o ambiente de saúde em um lugar feliz e transformador de vidas é muito importante, principalmente pela mentalidade das crianças que ainda não entendem a gravidade da pandemia.