Check up da criança: conheça os exames que seu filho não deve deixar de fazer

Os exames de rotina que costumamos fazer anualmente, deve também ser um hábito para as crianças a partir do 1 ano de idade.

Resumo da Notícia

  • O Dia Nacional da Saúde é comemorado anualmente em 5 de agosto
  • A data é superimportante para reforçar todos os cuidados com a saúde e o bem-estar
  • Manter o check up anual em dia deve fazer parte da rotina da família

Hoje, 5 de agosto, é o Dia Nacional da Saúde! O Check up anual faz parte, ou pelo menos deveria fazer, do inicio de ano de muitos adultos. Com a volta às aulas, agendar aquela bateria de exames e nos certificar que está tudo ok com a nossa saúde é fundamental. O que poucos se lembram é que precisamos ter esse mesmo cuidado com as crianças.

-Publicidade-

É importante realizar exames regulares nos pequenos a partir do primeiro ano de vida, para prevenir doenças e identificar tendências antes dos problemas surgirem. A partir daí o ideal é garantir a ida ao pediatra a cada 1 ou 2 anos.

O check up é fundamental para saber se está tudo certo com a saúde do seu filho (Foto: Shutterstock)

Na consulta o médico não costuma solicitar exames de sangue a não ser que eles sejam realmente necessários, afinal não é nada fácil a realização deles em crianças. No entanto alguns outros exames são rotineiros e devem ser solicitados e realizados pelo menos a cada 2 ou 3 anos.

Segundo o Dr. Hélio Magarinos Torres Filho, pai de Helena, Júlia e Fernanda, devem fazer parte do Check up infantil os seguintes exames:

  • Exame parasitológico de fezes: feito para avaliar a presença de parasitoses intestinais que podem levar a doenças como a verminose.
  • Hemograma completo: usado para avaliar os índices hematológicos, como anemia e infecções.
  • Glicemia e insulina: para avaliação de diabetes.
  • Exame de Ureia e creatinina: para avaliação da função renal.
  • Perfil lipídico: que avalia o metabolismo de gorduras, como o colesterol.
Manter os exames de rotina das crianças em dia é superimportante (Foto: Getty Images)
  • Exame de urina: avalia a presença de substâncias anormais na urina ou infecções.
  • Hepatograma: avaliação da função hepática (fígado).
  • Anticorpos para Hepatites A, B e C: que avalia a necessidade de vacinação ou reforço (A e B), além de tratar de doenças que podem, em alguns casos, serem assintomáticas.

Além deles, o especialista também recomenda que sejam feitos testes relacionados à intolerância e alergia, como o que detecta anticorpos específicos para alimentos ou substâncias inalantes, o IgE (Pesquisa de Imunoglobulina E).