Cientistas criam robô que ajuda no desenvolvimento social das crianças

Criado por uma empresa norte-americana, o robô Moxie tem como missão principal ajudar as crianças com suas emoções e relacionamentos

Resumo da Notícia

  • Cientistas criam robôs que auxiliam crianças em seu desenvolvimento
  •  A empresa ajuda as crianças a rotularem suas emoções e sentimentos
  • Segundo o CEO da empresa, o objetivo é beneficiar a sociedade

Desenvolvido nos Estados Unidos, o robô é uma invenção da empresa Embodied. Entra as funções principais do robô, chamado de Moxie, está a de ensinar as crianças sobre emoções e como compreendê-las. As características do pequeno robô são totalmente amigáveis, projetadas para chamar a atenção das crianças.

-Publicidade-

Moxie trabalha incentivando o desenvolvimento social, cognitivo e emocional, além disso, é indicado para crianças de 5 a 10 anos. Segundo o CEO da Embodied, o robô foi criado com uma missão: “Nossa visão coletiva é criar robôs que irão beneficiar a sociedade”, conta Paolo Pirjanian, que já trabalhou na NASA como cientista.

Ainda em detalhes, o CEO fala que Moxie tem a habilidade de construir relacionamentos com as crianças e que ele as ensina a analisar e rotular diferentes emoções do dia a dia. “Temos literalmente o potencial de ajudar a próxima geração de crianças a ter um QE (Inteligência emocional) muito mais alto e desenvolver habilidades pessoais que as ajudaram a crescer e se tornar pessoas mais equilibradas na sociedade”, acrescenta Paolo. O valor do Moxie está atualmente avaliado em 4.166 reais.

Com apenas 1 ano de idade, as crianças começam a demonstrar emoções. E, percebendo ou não, é nessa fase que você começa a demonstrá-las de volta. O jeito que você age quando seu filho fica bravo, nervoso ou triste quando criança pode moldar a forma na qual ele lida com esses sentimentos no futuro. Muitas vezes, não tomamos o tempo e esforço necessário para dar algum tipo de sinal emocional às crianças em idade escolar, e conversar com elas sobre o assunto.

É importante ensinar seu filho a lidar com os sentimentos (Foto: Jenny Risher / Parents)

“Se você vai apenas dizer ao seu filho para ir para o quarto quando ele se comporta mal, você está perdendo uma oportunidade de discutir porque ela agiu daquela forma e entender  como ela pode estar se sentindo”, diz Jaime Gleicher, LMSW, terapeuta comportamental do Harstein Psychological Services Center, em Nova York. Esses pequenos gestos podem abrir as portas da comunicação para ajudar seu filho a entender as complexidades das emoções.