Cirurgião realiza mais de 30 mil cirurgias gratuitas para crianças com lábio leporino

O Dr. Subodh Kumar Singh está ganhando renome mundial ao se voluntariar para auxiliar crianças com a condição. Segundo o médico, seu maior desejo é ver as crianças sorrindo novamente

Resumo da Notícia

  • Um médico viralizou ao relatar que já realizou mais de 30 mil cirurgias em crianças com lábio leporino
  • O Dr. Subodh Kumar Singh afirmou que tomou a decisão de ajudar pacientes com a condição para que eles possam "voltar a sorrir"
  • O caso viralizou nas redes sociais

Um médico se voluntariou para realizar a cirurgia de 32 mil crianças com lábio leporino. O Dr. Subodh Kumar Singh, conforme informações do portal Só Notícia Boa, afirmou que só quer que os pacientes “voltem a sorrir” – e que a família foi grande influência em todas essas boas ações.

-Publicidade-

“Meu pai Gyan Singh e minha mãe Giriraj Kumari (ela morreu no ano passado) me ensinaram a servir aos pobres e a viver com ética. Sinto que Deus me fez um cirurgião plástico e não um empresário para servir a uma causa divina”, afirma Subodh.

Segundo o médico, ele e os irmãos cresceram em condições de extrema pobreza. Diante disso, foram muitas dificuldades até que finalmente conseguisse cursar medicina e seguir na carreira de cirurgião. “Junto com meus irmãos mais velhos, eu vendia sabonetes caseiros e muitas vezes ficava insultado quando pedia para saldar nossas dívidas”, relembra.

Subodh já ajudou 32 mil crianças!
Subodh já ajudou 32 mil crianças! (Foto: Reprodução/ Só Notícia Boa)

Subodh se formou em 1988 e, desde então, não parou mais de estudar e se especializar. Fez dois mestrados na área da saúde e, em 2001, inaugurou um hospital em homenagem ao pai: o  GS Memorial Plastic Surgery Hospital. A instituição se destaca por oferecer cirurgias plásticas ou de reconstrução a preços extremamente baixos para quem não pode pagar.

Foi por causa desta caridade, inclusive, que Subodh começou o processo de cirurgias gratuitas em crianças com lábios leporinos. “Em cada criança fissurada que veio até mim, eu visualizei aquele pequeno Subodh, que perdeu o pai quando tinha apenas 13 anos”, desabafa. Demais!