Criança

Convívio com gatos torna as crianças mais resistentes à asma, mostra estudo

Agora você já tem um bom motivo para manter os felinos por perto

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

tiny-boy-playing-with-ginger-cat-house-picture-id511502257

(Foto: Istock)

Boa notícia para os pais apaixonados por felinos: os gatos ajudam no desenvolvimento físico das crianças. E melhor, é comprovado cientificamente!

Uma pesquisa feita pelos Institutos Nacionais de Saúde, nos Estados Unidos, avaliou a influência de alérgenos na saúde respiratória de 560 crianças. Os resultados apontaram que, desde bebê, certas substâncias dos felinos deixam as crianças mais resistentes à asma por volta dos sete anos de idade. Provavelmente você vai lembrar que a sua avó sempre disse que gatos e bebês não combinam, justamente por acreditar que eles influenciam nas alergias e asma. Mas não é verdade!

As crianças que participaram do estudo tinham grande chances de desenvolver crises alérgicas ou asma, além disso, cresceram nas grandes cidades dos Estados Unidos, como Baltimore, Boston e Nova York, ou seja, expostas à poluição. Mesmo assim, os gatinhos ajudaram a reduzir os riscos de doenças respiratórias. As informações são do site Superinteressante.

Leia também:

Pesquisa aponta que os pais estão educando crianças mais independentes

Planejando uma festa do pijama? Venha aprender a fazer cookies coloridos para as crianças!

Pais atraentes normalmente têm filhas e não filhos, mostra estudo

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não