Coronavírus no mundo: Crianças que moram em Miami podem levar computadores da escola para casa

Brasileira que mora na Flórida conta como estão as escolas no local. Contra o risco do cancelamento das aulas, governo preparou uma estrutura impressionante: “tudo muito organizado”

Resumo da Notícia

  • Ana Paula Toquim, mãe da Julia e da Beatriz, conta como está a situação nas escolas de Miami
  • O governo da Flórida preparou uma estrutura de cair o queixo para caso as aulas sejam canceladas
  • No Brasil, diversos estados já anunciaram que as férias escolares serão antecipadas
Ensino à distância? Governo da Flórida cria estrutura impressionante para alunos continuarem estudando caso aulas sejam canceladas (Foto: Getty Images)

O COVID-19 vem se espalhando de forma rápida em diversos países. O governador João Doria decretou, ontem (14 de março) que as aulas das escolas estaduais e municipais irão parar gradativamente na semana do dia 16 até o dia 20 e serão canceladas por tempo indeterminado a partir do dia 23. Diversos outros países pararam as escolas e alguns, ainda, decretaram quarentena.

-Publicidade-

Em Miami, nos EUA, o governo já está preparando as famílias pois as alunos ficarão sem aulas na semana do dia 16 a 20 e as escolas emendarão a semana com as férias de priavera (Spring Break), que acontece na semana do dia 23. Para as crianças não ficarem sem estudar nesse período, as escolas liberaram equipamentos para que elas consigam continuar o ano letivo em suas casas.

Em conversa exclusiva com a Pais&Filhos, Ana Paula Torim, mãe da Julia e da Beatriz, conta como está a situação da cidade. “O governo disponibilizou computadores para todos os alunos que sinalizaram não ter, para que, se o Estado da Flórida declarar que não haverá aula na próxima semana, as crianças possam ser acompanhadas pelo professor pelo aplicativo e terão aula normalmente através dele, porque o professor passará as atividades pelo APP. Não prejudicando a continuidade do ano letivo dos alunos, incrível né?”.

-Publicidade-

A brasileira que vive na Flórida contou, ainda, que suas filhas foram treinadas pelo professor durante a semana “Ontem (13 de março) e hoje (14) até as 10 horas, a escola estará aberta para a retirada dos computadores para os alunos que precisarem. Tudo muito organizado.”, fala.

Em relação à cidade no geral, Ana Paula contou que os corredores dos supermercados se encontram vazios, uma vez que as pessoas compraram mantimentos a mais, para terem no caso do governo decretar quarentena. “Todos estão usando máscara, independente da idade ou trabalho, todos parecem estar preocupados”, co

Apesar da preocupação geral, a mãe da Julia e da Beatriz disse que as meninas não estão se importando muito com o vírus, mas que estão tristes pela doença ter estragado as férias de primavera.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!