Covid-19: vacina da Pfizer é segura para crianças de 6 meses a 4 anos

As informações, publicadas pela Reuters, mostram que a farmacêutica norte-americana FDA analisou os dados de pesquisa da Pfizer com crianças e provou que o imunizante é seguro para o público da faixa-etária selecionada

Resumo da Notícia

  • A vacina da Pfizer para crianças de 6 meses a 4 anos foi considerada segura
  • A informação foi publicada durante a noite do último domingo, 12 de junho
  • Agora, membros da agência de medicamentos norte-americana FDA devem se reunir mais uma vez essa semana para bater o martelo sobre o uso do imunizante em crianças da faixa etária selecionada

Durante a noite do último domingo, 12 de junho, a agência de medicamentos norte-americana FDA informou que a vacina da Pfizer é eficaz e segura em crianças de 6 meses a 4 anos no combate à covid-19. As informações são da Reuters. Agora, os consultores da FDA chegarão a uma conclusão oficial sobre a recomendação do uso do imunizante nesta quarta-feira, 15.

-Publicidade-

Membros da FDA não encontraram nada que gerasse preocupação em relação à segurança das crianças após revisarem os dados da vacina da Pfizer aplicada em crianças da faixa etária selecionada. Segundo os estudos, o imunizante provou ser 80,3% eficaz na prevenção da covid-19. A amostra desse estudo possuía 10 casos sintomáticos da doença e foi feito quando a variante Ômicron aparecia em maior quantidade nos pacientes confirmados com o vírus.

Aqui no Brasil, um novo estudo pediátrico da vacina contra a covid-19, realizado pelo Centro Paulista de Investigação Clínica – Cepic está em andamento, em São Paulo, e busca crianças que possam ser voluntárias, dessa vez com o imunizante da Pfizer Biontech.

A agência de medicamentos norte-americana FDA informou que a vacina da Pfizer é eficaz e segura em crianças de 6 meses a 4 anos no combate à covid-19
A agência de medicamentos norte-americana FDA informou que a vacina da Pfizer é eficaz e segura em crianças de 6 meses a 4 anos no combate à covid-19 (Foto: Getty Images)

Segundo o diretor do Cepic e coordenador da pesquisa, Cristiano Zerbini, o estudo tem tido bons resultados em outros lugares no mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Pfizer concluiu a solicitação de autorização de uso emergencial junto à Food and Drug Administration (FDA). “O objetivo da pesquisa é descobrir se essa vacina pode produzir uma resposta imunológica contra a covid-19 e se é segura quando aplicada em crianças de seis meses a quatro anos de idade”, define Cristiano.

Como será a aplicação das doses da Pfizer

Cristiano explica que as doses não serão as mesmas aplicadas em adultos e que serão dividas em três etapas. Da primeira para a segunda dose terá um espaçamento de 21 dias, já a terceira dose só será aplicada de 4 a 6 meses após a segunda. Como parte dos procedimentos, um terço dos participantes receberá placebo e o restante o imunizante, de fato. Mas todos serão acompanhados periodicamente por uma equipe multidisciplinar.

Cristiano reforça ainda que participar de um estudo clínico é uma decisão pessoal e muito importante não só para a proteção da família, como de toda a população.

As famílias interessadas devem entrar em contato com a equipe do Centro Paulista de Investigação Clínica para receber todas as informações necessárias e agendar o dia e horário, por meio dos telefones (11) 2271-3456 ou (11) 97414-0298, ou do e-mail voluntarios@cepic.com.br.