Criança prende cabeça entre duas paredes e precisa ser salva pelos bombeiros

Corporação disse que, apesar do susto, garoto saiu ileso do acidente. Equipe precisou remover tijolos para liberar a cabeça da criança

Resumo da Notícia

  • O Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer o resgate do garoto e conseguiu libertá-lo sem machucá-lo
  • Apesar do susto, o menino se encontra bem
  • A criança estava brincando pela casa quando tentou passar pelo vão e ficou presa

Nesta última quinta-feira, 23 de julho, uma criança de 5 anos ficou com a cabeça presa no vão entre duas paredes da casa onde mora em Mineiros, município em Goiás. O Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer o resgate do garoto e conseguiu libertá-lo sem machucá-lo.

Criança ficou com cabeça presa entre duas paredes e precisou ser resgatada em Mineiros (Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros)

Os bombeiros contaram que, segundo a família, a criança estava brincando pela casa quando tentou passar pelo vão e ficou presa. À princípio, a mãe da criança tentou tirá-la do local onde o filho ficou preso, pediu ajuda, mas não conseguiu, então resolveu chamar o Corpo de Bombeiros.

De acordo com o G1, para tirar o menino do local, eles precisaram usar uma entalhadeira e um martelo. Eles foram quebrando os tijolos em volta da cabeça da criança até que houvesse espaço para ela sair. Segundo a corporação, o resgate durou entre 20 e 30 minutos. Os bombeiros registrou que, mesmo assustado, o garoto permaneceu calmo durante todo o procedimento, facilitando o resgate.

Bombeiros usam entalhadeira e martelo para retirar tijolos e libertar criança (Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros)

Para garantir a segurança do menino durante o resgate, os bombeiros deram a ele um óculos de proteção para evitar que qualquer poeira entrasse nos olhos dele. Enquanto eles faziam a ação de salvamento, a mãe segurava a cabeça da criança, também com forma de protegê-la.