Criança viraliza ao levar cartaz hilário para jogo de futebol: “Troco meu pai por camisa”

Alice Dias é atleticana fanática mas o pai é cruzeirense. A brincadeira entre os dois rendeu muito na internet, e não é que ela conseguiu a camisa do jogador?

Resumo da Notícia

  • Uma menina de 6 anos levou um cartaz hilário para o jogo de futebol
  • Alice é atleticana fanática assim como a mãe mas o pai é cruzeirense
  • A menina escreveu no cartaz: "Réver, troco meu pai por sua camisa" e não é que deu certo

Alice Dias, 6, viralizou nas redes sociais após levar um cartaz escrito: “Réver, troco meu pai por sua camisa”, a menina torce para o time do Atlético Mineiro, e o pai é cruzeirense. O que começou com uma brincadeira inocente se tornou realidade, e não é que ela conseguiu a camisa mesmo, e o pai? Bom saberemos depois se ela ficou com ela ou não.

-Publicidade-

O pai de Alice torce para o Cruzeiro e a mãe também é atleticana fanática como a filha. A ideia inicial foi da mãe Gesielle Dias, embalada na boa fase do time, Alice tem gostado de acompanhar os jogos do Galo de perto, no Mineirão e, queria receber uma camisa do Hulk, seu jogador favorito, mas, como o atleta estava suspenso e não entrou em campo, escolheu o zagueiro campeão da américa pelo Atlético.

A menina escreveu um cartaz hilário dizendo que iria trocar o pai pela camisa do jogador do Galo
A menina escreveu um cartaz hilário dizendo que iria trocar o pai pela camisa do jogador do Galo (Foto: Reprodução/O Tempo)

“A minha mamãe que deu a ideia. Ela foi me lembrando os nomes dos jogadores e eu escolhi o do Réver. No estádio, todo mundo gostou, queriam tirar foto comigo. Eles riram do cartaz”, contou a torcedora ao Super.FC. Logo que os jogadores do Galo entraram em campo para o aquecimento antes do jogo da semifinal, a torcedora já levantou o cartaz. Victor, ex-goleiro do Atlético e hoje gerente de futebol do clube, viu a mensagem da Alice e fez chegar até o zagueiro do Galo.

“Eu consegui a camisa. O Victor chegou lá perto de mim e disse que ia falar com o Réver. No final, ele jogou a camisa para mim. É claro que eu fiquei com o meu pai também. Foi só uma brincadeira. Eu não ia trocar o meu papai, não”, explicou Alice com a ajuda da mãe.

O pai, o cruzeirense Moisés, ficou sabendo do cartaz só depois da repercussão e levou tudo na brincadeira, mas foi bastante zoado pelos amigos. A intenção de mãe e filha, que moram em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, era só chamar a atenção do jogador para conseguir a camisa, nada de confusão entre as torcidas.