Crianças são vacinadas novamente contra Covid-19 após receberem doses erradas na Paraíba

Elas haviam sido vacinados com a Pfizer com doses de adultos e vencidas em janeiro. O caso aconteceu na cidade de Lucena, na Paraíba

Resumo da Notícia

  • Crianças são vacinadas novamente em Lucena, PB
  • Elas haviam recebido doses erradas da Pfizer em janeiro
  • O caso foi investigado pelo Ministério Público

Nesta quarta-feira, 9 de fevereiro, a prefeitura de Lucena, na Paraíba, realizou a vacinação contra a Covid-19 de crianças e adolescentes que receberam doses erradas em janeiro. Eles haviam sido vacinados com a Pfizer com doses de adultos e vencidas.

-Publicidade-

A Secretaria de Saúde do estado da Paraíba, afirmou que 49 crianças de 5 a 12 anos receberam lotes vencidos do imunizante. Além disso, outras 13 receberam doses para adultos.

Crianças são vacinadas novamente contra Covid-19 após receberem doses erradas
Crianças são vacinadas novamente contra Covid-19 após receberem doses erradas (Foto: Getty Images)

O erro foi descoberto após a mãe de uma das crianças vacinadas, ter usado as redes sociais para mostrar que o filho havia sito vacinado antes da chegada do lote de vacina para crianças no estado. A partir disso, o Ministério Público Federal, realizou a investigação do caso.

Recomendação da OMS

Na sexta-feira, 21 de janeiro, durante uma coletiva, a Organização Mundial de Saúde (OMS) passa a recomendar o imunizante da Pfizer para a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19.

A decisão foi informada pelo presidente do Grupo Consultivo de Vacinas da Organização Mundial da Saúde (OMS), SAGE, Alejandro Cravioto, durante coletiva de imprensa: “Atualizamos as recomendações provisórias deste produto [a vacina da Pfizer] para estender a indicação de idade para 5 anos, com uma dosagem reduzida para aqueles de 5 a 11 anos”.

Outros Estados do Brasil já haviam antecipado a dose de reforço no calendário vacinal
A Organização Mundial da Saúde informou que defende o uso da Pfizer para vacinar crianças entre 5 e 11 anos (Foto: Freepik)

A decisão foi informada pelo presidente do Grupo Consultivo de Vacinas da Organização Mundial da Saúde (OMS), SAGE, Alejandro Cravioto, durante coletiva de imprensa: “Atualizamos as recomendações provisórias deste produto [a vacina da Pfizer] para estender a indicação de idade para 5 anos, com uma dosagem reduzida para aqueles de 5 a 11 anos”. Leia a matéria completa aqui.