Criança

De partir o coração: mãe precisa monitorar a filha o dia todo para evitar suicídio

O caso está sendo investigado

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Em entrevista ao Daily Mail, Corrinia Bennet, uma mãe inglesa, desabafou a dor de ter que monitorar 24 horas por dia sua filha Mia Lili, de dez anos. Tudo isso porque a menina sofreu um episódio de cyberbullying e corre esse risco.

Uma conta com o nome de usuário puggirl123456 no Instagram usava o nome de Mia indevidamente e ainda fez uma enquete sem noção com uma foto dela. No post, questionavam: “quem acha ela feia?” e as opções de respostas eram “com certeza!” ou “de jeito nenhum”. O resultado dos votos foi de 53% das pessoas dizendo que achavam a menina feia.

Os pais denunciaram a conta, que teve o post retirado do ar em algumas horas, mas Mia já havia visto tudo e estava inconsolável. “Eu e o pai dela não a deixamos sozinha nem por um minuto porque ela fica falando sobre acabar com tudo”, contou a mãe. O caso está sendo investigado, mas nenhum suspeito ainda foi encontrado.

Veja a enquete realizada:

(Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

Leia também:

Perigo na rede: 6 formas de lidar com a realidade do cyberbullying

Bullying e cyberbullying são formas de agressão que levam ao suicídio, principalmente na infância

14 regras para ensinar seu filho na hora de usar a internet