Escola cria mural de competição entre bebês para ver quem sai da fralda primeiro e foto levanta debate

Médicos afirmam que a prática de uma “competição” causa o efeito de castigo social na criança e não segue a lógica biológica

Resumo da Notícia

  • O desfralde é uma prática aplicada em algumas escolas
  • Eles incentivas as crianças a pararem de usar fraldas de uma maneira coletiva
  • Mas a prática não é indicada por especialistas
A prática não segue a lógica biológica (Foto: Getty Images)

O desfralde é uma prática aplicada em algumas escolas para tirar as crianças da fralda de uma maneira coletiva. Mas a prática não é indicada por especialistas, eles afirmam que uma “competição” causa o efeito de castigo social nas crianças e não segue a lógica biológica.

-Publicidade-

O assunto voltou a ser pauta depois que uma escola compartilhou uma foto do seu mural de desfralde. Neste painel, aparece nomes de meninos e meninas e, abaixo, uma fralda (para aqueles que ainda precisam) ou uma cueca (para mostrar quem não precisa mais).

“É uma transição na vida da criança. Requer dedicação dos pais e paciência. É preciso que aconteça no tempo certo, geralmente a partir de dois anos e meio, quando, normalmente, a criança já comanda os esfíncteres [estruturas que controlam a abertura e o fechamento da uretra e do ânus]”, disse a presidente do Departamento Científico de Pediatria Ambulatorial da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), Mariane Franco ao portal Universa.

-Publicidade-

 

Ver essa foto no Instagram

 

Como você se sentiria se, aos 2 anos de idade, um marco de desenvolvimento se tornasse uma competição? Se a sua natureza de se igualar aos seus pares fosse usado como manipulação para chegar no lugar que o adulto deseja? Como você perceberia seu corpo se ele não respondesse da mesma forma que seus colegas, professores e familiares te dizem que ele deveria estar fazendo? Se o reforço a deixar as fraldas fosse a arma mais poderosa contra a humanidade: a vergonha social? As crianças lutam para serem aceitas e amadas. Tenho certeza que as escolas não fazem por mal esse tipo de prática bizarra, mas por puro desconhecimento de desenvolvimento infantil. A fralda não é tirada, é deixada. Desfralde não é uma competição.

Uma publicação compartilhada por Marcia Tosin CRP 08/10916 (@criacao_neurocompativel) em

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-