Essa bicharada…

Um livro super colorido e ilustrado sobre o mundo curioso dos animais

 

-Publicidade-

“Sou um sapo. Ora eu nado debaixo d’água, ora eu pulo em terra firme”. “Sou uma iguana. Tomo sol para me aquecer”. “Sou um gorila. Rápido! Meu filhote está com fome e precisa de leite”. Página por página, o livro apresenta características de cada espécie de animal, de um camundongo minúsculo até uma baleia imensa. Na companhia dos personagens Cacá e Alex, dois amigos humanos muito sabidos, o pequeno leitor vai descobrir muita coisa bacana que não conhecia sobre como vivem os bichos, resolver charadas e aprender brincando.

O livro dos animais

Neurociência comprova benefícios de ensinar duas línguas para as crianças

Atualmente, muitos pais querem que os filhos aprendam outras línguas desde crianças. Com isso, a procuras por escolas bilíngues tem sido muito grande e a busca é ainda maior por ensinos que sejam em inglês, francês ou alemão.

De acordo com o artigo “Evidências da neurociência sobre os efeitos positivos do bilinguismo na educação infantil”, escrito pela Professora Doutora Ingrid Finger, que também é coordenadora do Laboratório de Bilinguismo e Cognição da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, isso acontece porque muitos pais querem dar essa oportunidade para os filhos, pensando no futuro profissional e pessoal deles.

Porém, ainda existem algumas dúvidas e preocupações com o estudo bilíngue por causa da disseminação de notícias falsas. As fake news sobre o bilinguismo propagam que o estudo pode trazer malefícios para as crianças, implicando na dificuldade em aprender a língua mãe ou resultando em um possível déficit de atenção.

De acordo com o artigo da Dra. Ingrid, a neurociência mostrou, com provas práticas, que essas conclusões são completamente erradas e distorcidas. “A verdade é que, em condições normais, as crianças aprendem a falar qualquer língua sem esforço, da mesma forma como aprendem a caminhar e andar de bicicleta”, garante a profissional.