Criança

Estudo dá dicas para organizar o tempo de uso dos celulares das crianças e você precisa saber

A pesquisa foi feita pela Sociedade Canadense de Pediatria

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Essas dicas vão te ajudar a desconectar! (iStock)

A Sociedade Canadense de Pediatria divulgou novas direções para o uso de mídias digitais e tempo em frente às telas para crianças que têm entre 5 e 19 anos.

A pesquisa, feita pela Força-Tarefa de Saúde Digital da Sociedade Canadense de Pediatria, descobriu que 3/4 dos pais canadenses estão preocupados com o uso das telas dos filhos. De acordo com os pesquisadores, 36% das crianças de 10 a 13 anos passam 3 horas ou mais por dia em frente aos tablets e celulares.

Porém, as crianças que estão em idade escolar precisam usar os dispositivos eletrônicos para fazer trabalhos e lições de casa. “Haverá impactos diferentes com base na idade e no estágio de desenvolvimento entre uma criança de 6 anos e uma de 16 anos”, explica Michelle Ponti, presidente da Força-Tarefa.

Michelle disse que o objetivo da pesquisa é ajudar os pais a priorizarem a tecnologia na vida das crianças e dos adolescentes de forma que promova a boa saúde e o bem-estar. Para isso, o relatório enfatiza a importância da participação das crianças em brincadeiras ao ar livre, boa qualidade de sono e fazer exercícios regularmente.

“Queremos orientar as famílias para que elas desenvolvam esses hábitos saudáveis para crianças em idade escolar, para que elas façam disso um hábito na adolescência“, ela diz.

Michelle enfatiza que, gostando ou não da ideia, as telas viraram parte das nossas vidas, porém os pais precisam desempenhar um papel ativo na maneira como as crianças se envolvem ao usar as tecnologias. “As telas não são prejudiciais, as formas como as usamos são”, conclui Michelle. “Enquanto as telas não controlarem nossas vidas e estiverem complementando a rotina, tudo bem. Esse é o nosso foco”.

Leia também:

Estudo da OMS defende que crianças menores de 1 ano não devem ter acesso a internet de jeito nenhum

OMS: vício em videogames passa a ser reconhecido como distúrbio de saúde mental e você precisa ficar de olho

Como administrar o tempo das crianças em frente às telas?