Estudo feito durante a quarentena afirma que 66% das crianças estão com dificuldade de se adaptar a nova rotina

Para pesquisa mães de diferentes regiões do Brasil, foram entrevistadas, e mais da metade confirmou estarem preocupadas com a mudança repentina, no dia a dia dos filhos. Veja detalhes sobre a situação, que comprovou que 4 em cada 5 famílias, tem medo de serem infectadas

Resumo da Notícia

  • Famivita realiza estudo sobre como as crianças estão lidando com a quarentena
  • 66% das mães entrevistadas afirmaram que a nova rotina está sendo difícil de se adaptar
  • 4 em cada 5 família brasileiras estão com medo de serem infectadas
Estudo mostra que 66% das mães afirmam que a situação na pandemia tem sido difícil para as crianças se adaptarem (Foto: iStock)

A situação da quarentena no Brasil, se tornou uma grande dificuldade para diversas famílias, uma vez que atualmente os país dependem das escolas, para poderem ir para o trabalho e realizar tarefas necessárias. De acordo um estudo feito pela Famivita, foi constado que 66% das mães sentem que seus filhos sofrem com a nova rotina que surgiu com a pandemia. Entre as famílias com filhos mais velhos, o sofrimento alcança 3 em cada 4 crianças.

-Publicidade-

No Espírito Santo, 73% das mães relataram que seus filhos sofrem com a nova rotina que surgiu com a pandemia. Em São Paulo, estado mais afetado pelo vírus, 68% das famílias sentem o sofrimentos de seus filhos. Já no Rio de Janeiro, segundo estado mais afetado, 69% dos pais percebem esse desconforto. As mães são as mais preocupadas com essa mudança de rotina repentina na vida de seus filhos, e representam mais da metade das entrevistadas.

No geral, mesmo com novas medidas de prevenção e higienização, foi analisado que 4 em cada 5 das famílias brasileiras têm medo de serem infectadas com o vírus, caso precisem ir ao hospital. Consequentemente, 9% das mães tem receio de procurar ajuda médica, independente da idade. Afinal, elas não podem ficar doentes, pois precisam cuidar de seus filhos. Sendo assim, outros problemas de saúde são negligenciados, exames não são feitos, e falta prevenção para o câncer ou doenças infecciosas, por exemplo.

-Publicidade-
Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-