Criança

Estudo mostra que as sonecas da tarde podem deixar o seu filho mais inteligente

A pesquisa foi feita pelas universidades da Pensilvânia e da California

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Crianças precisam dormir  (Foto: Getty Images)

Uma pesquisa feita pelas universidades da Pensilvânia e da California mostrou que sonecas regulares podem trazer mais benefícios do que você imagina. Os pesquisadores analisaram os hábitos de cochilo de mais de 3 mil crianças entre 10 e 12 anos.

Eles descobriram que as crianças que dormiam regularmente durante o dia, faziam aquela “soneca da tarde” pode ajudar na determinação e autocontrole, redução do problema de comportamento internalizante, maior QI verbal e melhor aproveitamento acadêmico e também trazer mais felicidade para elas.

Adrian Raine, neuro-criminologista e co-autor do estudo, falou como a soneca realmente influenciar no comportamento das crianças. “As crianças que cochilaram três ou mais vezes por semana se beneficiam de um aumento de 7,6% no desempenho acadêmico na 6ª série. Quantas crianças na escola não gostariam que as suas notas subissem?”, comenta.

O estudo também mostra que a sonolência também afeta 20% de todas as crianças. E a falta de sono diurna em crianças e adolescentes têm consequências de curto e longo prazo em vários aspectos da saúde. O estudo comparou dados de crianças americanas, australianas e chinesas, assim eles descobriram que os pré-adolescentes ocidentais vão parado de dormir quando vão ficando mais velhos e os orientais não, eles ainda fazem a soneca.

Sara Mednick, uma das pesquisadoras disse que “Muitos estudos laboratoriais de todas as idades demonstraram que os cochilos podem mostrar a mesma magnitude de melhoria que uma noite inteira de sono em tarefas cognitivas discretas. Aqui, tivemos a chance de fazer perguntas de adolescentes escolares do mundo real através de uma ampla gama de medidas comportamentais, acadêmicas, sociais e fisiológicas”.

“Os resultados indicam benefícios do cochilo regular em uma ampla gama de resultados, incluindo melhor cognição, melhor bem-estar psicológico e problemas emocionais/comportamentais reduzidos. O presente estudo ressalta a necessidade de mais estudos de intervenção de larga escala para estabelecer os efeitos causais”, dizem as conclusões do estudo.

Leia também: 

10 dicas para colocar em ordem o sono das crianças

A importância de um ritual do sono para o bebê

Estudo comprova que o sono dos pais só volta ao normal após 6 anos do nascimento do filho