Estudo mostra que reforço com Pfizer aumenta imunidade de crianças de 5 a 11 anos contra Ômicron

A pesquisa foi divulgada pela Pfizer e BioNTech na última quinta-feira, 14 de abril, e apontou que as crianças que receberam a terceira dose da vacina apresentaram 36% mais anticorpos no combate à Ômicron

Resumo da Notícia

  • Estudo mostra resultado positivo da terceira dose da vacina em crianças entre 5 e 11 anos
  • Os dados foram divulgados pela Pfizer e BioNTech na última quinta-feira, 14 de abril
  • As crianças que receberam o reforço apresentaram 36% mais anticorpos contra a variante Ômicron

Uma pequena pesquisa realizada pela Pfizer e BioNTech mostrou que, de fato, a terceira dose da vacina contra covid-19 também é benéfica para crianças entre 5 e 11 anos na proteção contra a variante Ômicron.

-Publicidade-
Terceira dose da vacina Pfizer para crianças entre 5 e 11 anos apresentou resultado positivo
Terceira dose da vacina Pfizer para crianças entre 5 e 11 anos apresentou resultado positivo (Foto: Getty Images)

O resultado do estudo foi divulgado na última quinta-feira, 14 de abril, e de acordo com as farmacêuticas, a terceira dose da vacina aumentou em 36% a quantidade de anticorpos no combate à Ômicron.

Em comunicado à imprensa, as empresas afirmaram: “Os dados reforçam a potencial função de uma terceira dose da vacina na manutenção de altos níveis de proteção contra o vírus nessa faixa etária”, porém destacaram que mais pesquisas são necessárias.

Este estudo avaliou 30 crianças que receberam a terceira injeção da vacina. A Pfizer e a BioNTech têm a intenção de entrar com um pedido de autorização do uso emergencial da terceira dose nos Estados Unidos e Europa.