Exemplo! Casal de idosos adota 4 crianças com necessidades especiais após viagem para a China

O casal Randy e Linda Kramer queriam encontrar algo que pudessem fazer para se ocupar. Graças a filha deles, os dois encontraram uma nova possibilidade

Resumo da Notícia

  • Randy e Linda Kramer moram em Turner, Oregon (EUA)
  • Aposentados, eles queriam encontrar algo que pudessem fazer para se ocupar
  • Foi então que a filha Angie Johnson, e o marido, Andy, resolveram adotar uma criança na China
  • O casal de idosos acompanharam a filha e o resultado foi uma ampliação na família

A vida de idosos aposentados pode ser, em algumas situações, um tanto quanto monótona. O casal Randy e Linda Kramer, que moram em Turner, Oregon (EUA), queriam encontrar algo que pudessem fazer para se ocupar. Eles tentaram viajar, mas as viagens não trouxeram a satisfação que eles esperavam.

-Publicidade-

Eles não queriam desistir. Segundo Linda, ela e o marido acreditavam que Deus traria algo que eles poderiam fazer ainda na velhice. Foi então que a filha Angie Johnson, e o marido, Andy, resolveram adotar uma criança na China. O casal de idosos acompanharam a viagem para cuidar dos filhos biológicos do casal, seus netos, quanto Angie e o marido cuidavam dos documentos para a adoção.

Enquanto estavam na China, Randy e Linda tiveram contato com diversas crianças com necessidades especiais. Vendo aquela realidade, eles tiveram uma ideia: por que não adotar uma criança? “Vimos as grandes necessidades de crianças que inspiram cuidados especiais”, diz Linda ao site AG News. “Deus nos alcançou e decidimos adotar, mesmo pensando que éramos ‘velhos demais’.”

-Publicidade-
Casal de idosos adotam 4 crianças com necessidades especiais (Foto: reprodução AG News)

O casal começou, então, a procurar meios de viabilizar esse desejo. Logo adotaram Josie Ann, de 6 anos, com paralisia cerebral. Um ano depois da primeira adoção, Randy e Linda, acharam que Josie Ann precisava de uma irmã. Então voltaram à China e adotaram Jennie, de 10 anos, que tinha paralisia no lado esquerdo devido a uma lesão cerebral traumática.

Mas eles descobriram que Jennie tinha uma amiga íntima no mesmo orfanato, Grace, 13 anos, ainda lidando com atrasos no desenvolvimento. Os Kramers também concordaram em adotá-la. Anos depois uma quarta criança chinesa foi adotada pelo casal, Annabelle, de 5 anos, que sofre com a Síndrome de Lennox-Gastaut, um tipo raro de epilepsia. Com baixo peso, a garota tinha 40 crises de epilepsia por dia e precisou ser internada. Durante o período que ficou no hospital Annabelle conseguiu curar suas crises.

“Ela não teve convulsões desde então”, contou Linda. A criança, hoje com 8 anos, não anda e não fala, mas suas habilidades cognitivas estão melhorando gradualmente e ela tem feito progressos para começar a andar. Hoje ela se comunica através de um dispositivo.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-