Férias em casa: livros divertidos e cheios de representatividade para a família

Dê o exemplo. Aproveite esse período para introduzir a leitura. Confira a lista que a gente preparou

Resumo da Notícia

  • Ler é tudo de bom
  • E por que não aproveitar esse período de lazer para introduzir a leitura com as crianças?
  • Veja algumas opções aqui

Tibúrcio

Marina Gonzalez | Girassol

Para exaltar a nossa cultura (Foto: Divulgação)

Resgatando a cultura brasileira, o livro traz rimas e ilustrações inspiradas na arte do cordel, mostrando a amizade entre o burro Tibúrcio e seu dono. Baseado em relatos reais e com a temática rural, faz as crianças refletirem sobre os valores que realmente importam: união, parceria, companheirismo. E o dinheiro? Ele não compra tudo (pelo menos não aquilo que mais importa). Essa é a grande lição desse texto sensível que reforça a necessidade de cuidar de si, sem deixar de olhar pelo outro.

-Publicidade-

A mágica da respiração

Christopher Willard e Wendy O’Leary | Caminho Suave

Muita calma nessa hora (Foto: Divulgação)

Nesse ano de pandemia, vivemos dias difíceis. Enfrentamos momentos de raiva, tristeza, solidão e muitos outros que atormentaram a mente. Por isso, essa história vem para que você respire fundo e junto com a narrativa, entendendo que alguns hábitos da sua rotina podem fazer toda a diferença. Também é uma oportunidade para introduzir a prática de atenção plena (mindfulness) em toda a família, com um guia para você e seu filho trilharem um caminho para a autoconsciência.

João e o cabelo mais lindo do mundo

Nicácio Belfort | Clube da Cultura

Representatividade importa (Foto: Divulgação)

Para promover uma criação antirracista e, principalmente, empoderar crianças negras que já sofreram algum tipo de preconceito por conta da cor da pele ou estilo de cabelo, o livro conta a história de um menino que sofre por não aceitar os fios cacheados. No decorrer da narrativa, João vai aprendendo a entender as diferenças e a se aceitar como é. Inspirada na experiência pessoal do autor, irá ajudar a trazer o tema para dentro de casa e pode ser um pontapé fundamental para discutir essas questões com os filhos.

-Publicidade-

Pai Mala: relatos sinceros de afeto, vínculos e imperfeições que não estão nos manuais

Beto Bigatti | Independente

Paternidade sem filtro (Foto: Divulgação)

O embaixador da Pais&Filhos, Beto Bigatti, acaba de lançar esse livro, que reforça a importância da paternidade e dos homens conversarem sobre o assunto de forma aberta e afetiva. Propondo diversas reflexões para os adultos, o relato com 156 páginas é uma conversa sincera sobre a necessidade de estar presente no dia a dia. Para ler sozinho, em casal, entre amigos é um convite para discutir sobre a parentalidade, como um todo.

Direto do IGTV por Luciana Loew

Mais classificados e nem tanto

Marina Colasanti | Galera

Poesia pura (Foto: Divulgação)

Neste livro, a família mergulha no universo da poesia com 82 poemas acompanhados de ilustrações que permitem a todos ir além do cotidiano. “Às vezes, temos resistência de ler poesia com crianças, acreditamos que elas não irão se interessar, mas existe poesia muita adequada que conseguem acompanhar. Esse é um caso”. Um dos grandes feitos dessa história é estimular o vocabulário das crianças (apresentando novas palavras, que não fazem parte do dia a dia), e incentivar a imaginação. “É um exercício muito importante e rico”. Unindo bom humor com prosa, poesia, crônicas e contos, é perfeito para quem procura coisas difíceis de se encontrar. “A leitura é muito mais do que ler histórias. É através dela que conversamos com nossos filhos, abrimos portas e janelas para aproximações”.