Garoto que foi abusado e espancado arrecada mais de 2,5 milhões para hospital onde se tratou

Ele sofreu muitos maus tratos pelos pais biológicos quando era bebê e precisou amputar as duas pernas. Hoje, com próteses, ele conseguiu agradecer os médicos que cuidaram dele juntando dinheiro por meio de maratonas no quintal de casa

Resumo da Notícia

  • Menino foi vítima de abuso e maus tratos dos pais quando tinha apenas 5 semanas
  • As sequelas dos espancamentos o renderam uma série de problemas
  • Ele precisou amputar as duas pernas
  • Hoje, com próteses, ele arrecada dinheiro para o hospital onde foi tratado, andando pelo quintal
Garoto que teve as duas pernas aputadas arrecada mais de 2,5 milhões de reais para hospital que foi tratado (Foto: reprodução Little Things)

Com apenas 5 semanas de idade, Tony Hudgell se tornou vítima de abuso nas mãos dos pais biológicos. Ele foi espancado, machucado e tão negligenciado que sofreu falência de órgãos e sepse. Quando foi internado no hospital, ele estava se agarrando à vida.

-Publicidade-

Paula Hudgell, que adotou Tony quando ainda era bebê, contou ao Sky News sobre conhecê-lo pela primeira vez: “Eu conheci esse bebê pequeno que estava dormindo e a enfermeira começou a folhear sua história, mostrando as fotos.”, relembrou.

“Ele precisaria de cuidados ao longo da vida. Com cinco semanas, ele teve todos os membros quebrados, luxações do tornozelo, dedos dos pés, polegares, fraturas múltiplas – e ele ficou sem atendimento médico por até 10 dias – e, naquele momento, seu pobre corpinho tinha acabado de desistir. “, desabafou.

-Publicidade-

Em 2017, Tony teve as duas pernas amputadas devido a ferimentos graves. Graças a uma equipe médica muito profissional e dedicada, o garoto conseguiu sobreviver. Além dos médicos, o amor que recebia de Paula e do marido Mark foi essencial para a recuperação.

Atualmente, com 5 anos, o garoto usa próteses e muletas para viver a vida feliz e amorosa que tanto merece. Para agradecer a todos que o ajudaram na recuperação, Tony decidiu arrecadar dinheiro para os heróis do Hospital Infantil Evelina London, o lugar que o trouxe de volta da beira da morte. Para isso, ele percorreu  uma maratona no quintal de casa, durante o isolamento social. Nos 10km percorridos, Tony já reuniu mais de 400 mil libras, o equivalente a mais de 2,5 milhões de reais. Ele pretende continuar com a ‘corrida’ até o fim de junho.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-