Ginastas brasileiras entre 9 e 15 anos sofrem assédio de pedófilos nas redes sociais

A Confederação Brasileira de Ginástica comunicou o caso ao Comitê Olímpico do Brasil, ao Ministério Público do Trabalho e divulgou o ocorrido nas redes sociais, alertando os atletas

Resumo da Notícia

  • Recentemente a Confederação Brasileira de Ginástica denunciou pessoas que abordaram 7 ginastas
  • Pessoas se passando por treinadores de ginástica, clubes e usavam como pretexto o agendamento de testes, para pedir fotos para essas crianças
  • As atletas têm entre 9 e 15 anos

-Publicidade-

-Publicidade-

Recentemente a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) denunciou pessoas que abordaram 7 ginastas com idade entre 9 e 15 anos se passando por treinadores de ginástica, clubes e usavam como pretexto o agendamento de testes, para pedir fotos para essas crianças e adolescentes.

A CBG comunicou o caso ao Comitê Olímpico do Brasil, ao Ministério Público do Trabalho e divulgou o ocorrido nas redes sociais, alertando os atletas.

A advogada Danielle Maiolini disse em entrevista à Uol que este tipo de atitude da Confederação foi de extrema importância. “A institucionalização desse combate contra manipulação e assédio no ambiente virtual é relativamente recente. A meu ver uma iniciativa extremamente valiosa, porque você parte do pressuposto que a instituição reconhece isso como um problema que afeta o esporte. O fato de as crianças começarem a carreira muito novas e, eventualmente, se distanciar do convívio familiar, exige uma responsabilidade muito maior das instituições que administram as modalidades em se colocar como sujeitos ativos nesse combate”.

O caso foi denunciado (Foto: reprodução / Instagram cbginastica)

Veja a carta da Confederação sobre o caso:

PREZADOS PRESIDENTES

Por meio desta, a Confederação Brasileira de Ginástica – CBG vem alertar toda comunidade esportiva acerca de casos de violação de integridade (assédios e abusos morais e sexuais) através de contatos remotos ou não presenciais, por parte de aliciadores ou assediadores.

Assim, nos colocamos a disposição de atletas, treinadores, entidades esportivas, federações filiadas e outros, no sentido de orientar o combate destas e de qualquer outra violação de integridade divulgadas no site oficial da nossa entidade.

Ressaltamos que conforme orientado, os fatos relacionados ao tema devem ser registrados junto às autoridades competentes. Da mesma forma, estaremos acionando as autoridades necessárias para apuração dos ilícitos mencionados.

Solicitamos que todos os interessados divulguem e acessem nosso canal de ética para denúncias e encaminhamentos.

https://canaldeetica.cbginastica.com.br/ Além disso, não se esqueçam de atentar para nossas cartilhas sobre o tema.

Compartilhem!

https://www.cbginastica.com.br/pdf/cartilha_integridade_CBG_I.pdf https://www.cbginastica.com.br/pdf/cartilha_integridade_CBG_II.pdf

Ciente de vossa atenção, reiteramos nossos votos de estima e elevada consideração.

Saudações Ginásticas!

Maria Luciene Cacho Resende

Presidente CBG

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.

-Publicidade-