Criança

Governo chinês proíbe crianças de ficarem mais de 1 hora e meia jogando em celulares

Os jovens também não poderão jogar depois das 22h

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

Essas dicas vão te ajudar a desconectar! (iStock)

Na última terça-feira, 5 de novembro, o governo chinês publicou um edital que restringe o uso de celular após as 22h. As crianças  também estão proibidas de passarem mais de 1h e meia jogando e não poderão se divertir com jogos que exigem algum tipo de pagamento.

Apesar da atitude radical, a proibição é uma forma de solucionar o problema do vício em jogos dos jovens, que chegam a usar fraldas para não terem que abandonar as partidas para irem ao banheiro.

Todos os usuários devem registrar suas credenciais nos servidores para poderem jogar. Além do horário para parar com os jogos, as crianças também só poderão voltar com as suas partidas depois das 8h e estão liberados para jogar durante 3h e meia nos finais de semana.

A população está preocupada com os jovens, pois ocorreu diversos casos de filhos pegando o celular e gastando mais de R$ 62 mil. Aliás, cerca de 800 milhões de chineses têm acesso a internet, sendo que 29 milhões são menores de 10 anos.

Leia também:

Estudo dá dicas para organizar o tempo de uso dos celulares das crianças e você precisa saber

Estudo mostra que crianças que ficam mais de duas horas com celulares podem desenvolver TDAH

Pai defende que todos deveriam poder usar tablets e celulares para distrair o filho sem julgamentos: “Chega de mimimi”