Grazi Massafera diz que teve lombriga na infância após morder cabeça de rato vivo

Atriz de 38 anos de idade relatou, com detalhes, quando descobriu que tinha adquirido lombriga e virou motivo de ‘chacota’ na família durante um bate-papo com Fábio Porchat

Resumo da Notícia

  • Grazi contou que passou a sentir muitas cólicas nos anos seguintes e só aos 12 anos de idade que descobriu que tinha adquirido uma lombriga
  • A atriz classifica o caso na infância, que aconteceu em Jacarezinho, no Paraná, como 'nojento
  • Grazi contou que virou 'chacota' na família pelo ocorrido

Na noite desta última terça-feira, 8 de setembro, Grazi Massafera participou do Que História É Essa, Porchat?, e contou a história de quando mordeu a cabeça de um rato vivo que, segundo ela, foi a razão de ter adquirido uma lombriga que apareceu anos depois e virou motivo de piada na família.

-Publicidade-
A atriz relembrou um fato curioso de infância (Foto: reprodução / Instagram @massafera)

A atriz classifica o caso na infância como ‘nojento’. “Quando eu tinha três anos, vi um ratinho passando e mordi a cabeça dele. A minha tia estava lavando roupa, quando passou um ratinho, e eu tenho uma vaga lembrança de que arranquei a cabeça do rato e fiquei com ele na mão, até que a minha mãe tirou ele de mim”, disse ela.

Ela ainda contou que passou a sentir muitas cólicas nos anos seguintes e só aos 12 anos de idade que descobriu que tinha adquirido uma lombriga. “Eu estava na casa de uma prima vendo ‘Sessão da Tarde’ e senti um negócio estranho. Fui ao banheiro e pensei: ‘Mano, fiz cocô na calça’, mas não era. Quando eu olhei tinha um negócio [saindo] para fora – ai, que vergonha – e sai correndo pelada na rua com aquilo pendurado e gritando: ‘Nasceu o rabinho, mãe, nasceu o rabinho’. A casa da minha avó, da minha tia e da minha mãe ficavam no mesmo quintal, era uma descida e eu fiz o maior escândalo. Minhas primas, o meu irmão, todo mundo veio ver o que estava acontecendo”.

-Publicidade-

Grazi contou que virou ‘chacota’ na família pelo ocorrido. “Minha mãe me levou para o banheiro e puxou. Era uma lombriga. Que história nojenta, né? Eu virei chacota da família inteira até hoje por causa disso. Ela era muito grande e brava, mas a pior parte foi para matá-la, pois teve que ser com uma enxada. Depois que a lombriga saiu eu melhorei e a minha vida mudou. Então, acho que ela veio daí [da mordida no rato]”, acrescentou envergonhada.

-Publicidade-