Inclusão: menino autista é acolhido por crianças em jogo de futebol e vídeo viraliza

O caso aconteceu no Distrito Federal. Fabrício é um menino autista de 11 anos que, apesar de não entender bem as regras, queria jogar futebol com as outras crianças

Resumo da Notícia

  • Um menino autista de 11 anos queria jogar futebol com outras crianças
  • A mãe pediu colaboração de todas as crianças jogando
  • O momento foi registrado e viralizou nas redes sociais

O vídeo de um menino autista de 11 anos jogando futebol com outras crianças em um condomínio no Distrito Federal tem viralizado nas redes sociais, tendo uma história tocante por trás.

-Publicidade-

Fabrício Caminha Campos é um menino autista que foi acolhido pelas crianças do condomínio em que estava em Águas Claras. A mãe dele, Mariana, contou tudo sobre o ocorrido nas redes sociais. Mariana começou contando que Fabrício não entendia muito bem as regras do futebol, mas demonstrava interesse em jogar com as crianças.

A mãe de Fabrício pediu a colaboração das outras crianças
A mãe de Fabrício pediu a colaboração das outras crianças (Foto: Reprodução/ Só Notícia Boa)

Na hora em que Fabrício chegou para jogar com os colegas, ele foi muito bem recebido. A mãe explicou que estavam em um churrasco na casa de amigos e chamou um dos meninos que estavam jogando futebol. Após isso, ela explicou que o filho é autista e que seria necessário uma colaboração das crianças para que ele pudesse jogar também. O menino fez um sinal de positivo e em seguida Fabrício já estava jogando: “Uma corrente linda que começou com esse menino chamado Alexandre (depois descobri o nome dele) e que passou de criança a criança de uma forma tão natural e genuína”, contou Mariana.

Fabrício brincou de futebol com as outras crianças e foi acolhido
Fabrício brincou de futebol com as outras crianças e foi acolhido (Foto: Reprodução/ Só Notícia Boa)

Além disso, ela falou que pode parecer, mas ainda não é algo simples para Fabrício jogar futebol: “Parece uma coisa muito simples para a gente, mas jogar uma partida de futebol com amigos exige habilidades sofisticadas: estar atento aos movimentos, saber para quem vai passar, chutar para o gol. Eles [autistas] podem aprender? Podem. Mas não é algo tão orgânico como para as outras crianças”.

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.