Criança

Justiça de São Paulo libera viagens de crianças menores de 16 anos desacompanhadas

Medida autoriza embarque com permissão por escrito dos pais e firma reconhecida

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

São Paulo foi o primeiro estado a flexibilizar a regra (Foto: Getty Images)

Os pedidos de autorização para viagens de menores desacompanhados, em aviões nacionais ou de ônibus intermunicipais, aumentou 820% em São Paulo. Durante o mesmo período do ano passado, haviam 254 pedidos, já este ano foram 2.339.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A medida proíbe que menores de 16 anos viajassem sozinhos sem autorização da Justiça dentro do Brasil. Antes, a exigência era só para menores de 12 anos.

No entanto, a sobrecarga do Judiciário fez com que a medida fosse flexibilizada. Os jovens de São Paulo são os único que podem viajar em a medida expressa de um juiz. A partir de agora, é preciso uma permissão por escrito dos próprios pais, com firma reconhecida, para o embarque.

Desde 2011, a ida de crianças e adolescentes desacompanhados para fora do país dispensa autorização judicial, de acordo com norma do Conselho Nacional de Justiça. Neste caso, é exigido  apenas autorização escrita pelos pais, com firma reconhecida. “Não faz sentido impor regras mais severas para uma criança ir a Santos [no litoral paulista] do que para viajar ao Japão“, diz Iberê Dias, juiz da Vara da Infância e Juventude, à Folha de SP.

Os pais no entanto, precisam ficar de olho: se os filhos viajarem dentro do Estado de São Paulo, poderão ir e voltar com o documento assinado por eles. Mas caso vão para outro estado, é preciso ver se o local aceita essa autorização. Caso contrário é necessário recorrer à Justiça.

Leia também:

Mulher que não teve a mãe presente na infância encontra um jeito de fazer diferente com os filhos

Carla Perez curte férias em família em Londres e não dá para acreditar o quanto os filhos cresceram

Rede de apoio materna fortalece mãe de primeira viagem e se torna projeto de vida