Lembra dele? Veja como está o menino desnutrido após ser salvo na Nigéria

Hope, com 2 anos, foi expulso de aldeia nigeriana após ter sido considerado “bruxo”, e recentemente a mãe adotiva do menino publicou atualizações do quão encantador ele está hoje em dia

Resumo da Notícia

  • Após ser abandonado por aldeia nigeriana ao ser considerado "bruxo", uma ONG  o encontrou desnutrido aos 2 anos na África
  • Recentemente, a mãe adotiva, Anja Rinnggren, publicou nas redes sociais fotos de como Hope está hoje em dia
  • Ela ainda comentou sobre a pureza no coração das crianças e a superação do menino
  • Veja mais!

Hope, menino nigeriano, de 6 anos, foi abandonado pelos pais, de uma aldeia nigeriana, por acharem que o menino era “bruxo” ou “amaldiçoado”. Segundo o Só Notícia Boa, o garoto estava desnutrido e foi adotado pela mulher que o encontrou quando ele tinha apenas dois anos.

-Publicidade-

Anja Rinnggren, uma ativista dinamarquesa e fundadora da ONG Fundação para o Desenvolvimento e Educação de Crianças Africanas com Aids, recentemente publicou uma atualização sobre o filho, mostrando como ele está depois de 4 anos do resgate.

Hope foi encontrado com 2 anos desnutrido na Nigéria (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Antes de Hope, já havíamos salvado mais de 50 crianças que também estavam em péssimas condições, por isso estávamos bem preparados. Os pais de Hope não estavam na aldeia, eles o deixaram na rua e os moradores alegaram que ele era um mago. Levamos Hope ao hospital para tratamento e você sabe o resto da história. Hoje ele é um garoto forte e saudável que gosta de ir à escola e brincar com seus amigos da Terra da Esperança”, contou a dinamarquesa.

-Publicidade-

Nas imagens divulgadas pela mãe do menino ela escreveu um lindo texto de superação e de orgulho do pequeno. “Quero compartilhar fotos de Hope como ele se parece hoje, 4 anos após o resgate. Um menino muito forte, inteligente, engraçado e lindo que, apesar de todas as adversidades, sobreviveu!”, iniciou.

Hoje ele é forte, inteligente e tem um coração de ouro (Foto: Reprodução/ Instagram)

Ela continuou falando do coração e da pureza das crianças: “Hope viu muitas vezes a famosa foto dele comigo. Ele vai apontar para si mesmo pra dizer que é ele na foto e então vai sorrir, como se estivesse orgulhoso. Mas eu sei que não é sobre orgulho. As crianças nascem com a capacidade de perdoar. As crianças nascem sem preconceitos. Quando as crianças aprendem o que pensar e não como pensar, falhamos como sociedade”.

Anja concluiu comentando sobre como o menino está nos dias de hoje. “Como todos os nossos 74 filhos, Hope vai à escola todos os dias. A escola é a principal fonte de conhecimento a que as crianças podem ter contato. Apesar de sua pouca idade, e depois de 4 anos sob nossos cuidados, Hope sabe que o ódio é um fardo muito grande para carregar. Só precisamos de amor”, concluiu.

-Publicidade-