Criança

Mãe alega que não tem condições de criar o filho e decide deixá-lo em escola

Caso aconteceu em Maringá

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

A mãe disse que seria um risco para a criança (Foto: Getty Images)

Uma mãe deixou o filho de 8 anos em uma escola municipal na cidade de Maringá, no Paraná, porque alegou não ter condições financeiras para criá-lo.

O colégio acionou o Conselho Tutelar, que encaminhou a criança para um abrigo, atestando situação de vulnerabilidade social.

Em entrevista para o GMC Online, o conselheiro tutelar Jesiel Carrara disse que a mãe tem cerca de 30 anos, está grávida, sem emprego e com depressão. “Não é um caso de rejeição“, ele disse na entrevista. “A mãe comunicou à escola e ao Conselho que não tem condições psicológicas e financeiras para cuidar da criança”.

O conselheiro acrescentou na entrevista que a mãe se despediu chorando e que o menino foi levado para o abrigo municipal: “Ela disse que nesta situação que está poderia oferecer risco para o filho”.

O caso foi encaminhado à justiça, que tomará as medidas necessárias para definir um caminho para a criança.

Leia também:

Mãe sofre de depressão pós-parto e recebe ajuda da prima: “Não conseguia amar minha filha”

6 mãe compartilham suas histórias de depressão e ansiedade pós-parto

Mãe faz sessão de fotos em homenagem ao filho que faleceu e faz alerta sobre síndrome rara