Mãe conta como lidou com a birra do filho de 2 anos e relato viraliza

Ela já estava se sentindo exausta do comportamento do filho, mas sua experiência mudou tudo!

Será que a birra tem apenas um significado? (Foto: iStock)

É comum ver mães falando sobre as birras de seus filhos ou sobre comportamentos frustrantes. Afinal, antes mesmo de você dar à luz, você ouvirá falar sobre como os “2 anos de idade são terríveis” e inevitáveis. Porém, uma mãe falou no Reddit sobre como o comportamento “terrível” de uma criança de 2 anos pode estar enraizado em sua curiosidade inata.

-Publicidade-

A mãe explicou que, ao reformular esse comportamento, ela conseguiu reduzir os momentos de birra que estavam acontecendo com seu filho. A publicação, cujo nome era “Revelação de mudança de vida sobre minha criança de 2 anos“, dizia o seguinte:

“Tenho um filho que fará 2 anos em algumas semanas. Ele é muito ativo desde que começou a andar com 11 meses. Vive escalando, correndo, pulando, puxando e empurrando qualquer coisa. Ele também tem acessos de raiva e birra. Eu estava começando a me sentir ressentida por ter uma criança tão ‘difícil’ e todos os meus amigos terem filhos ‘fáceis’ (sei que isso não é verdade, mas estar com uma criança 24 horas por dia, 7 dias na semana, pode fazer você pensar coisas malucas).

-Publicidade-

Recentemente, eu tive a percepção de que, literalmente, tudo que meu filho quer fazer é: ME AJUDAR. Costumava ser tão difícil fazer com que ele fizesse qualquer coisa, as últimas semanas eu tenho deixado ele ajudar a fazer coisas ao invés de tirar ele do meu caminho”.

Ela admitiu que ela sabe que isso soa um pouco impossível e fantasioso, mas que ela usou essa estratégia e ajudou muito. “Nós estamos muito mais felizes. Não consigo acreditar que demorei tanto tempo para descobrir que ele não estava querendo me desafiar. Tudo o que ele queria era participar das atividades comigo. Espero que isso possa ajudar vocês que estão lutando contra os ‘terríveis dois anos‘”, ela finaliza.

A publicação da mãe viralizou e recebeu muitos comentários. “Existe um fato simples, mas muito útil, que eu tenho dificuldade de me lembrar: o que é significativo para nós adultos, não é tão significativo para as crianças. Não me importo em carregar metade das compras e minha esposa carrega o resto, é uma tarefa simples. Mas para nossa filha de 2 anos é uma grande tarefa. Não importa se ela realmente ajudou ou não, ela foi incluída. Ela fica com um sorriso enorme quando nos ajuda”, comentou um usuário.

“Eu percebi que, quando meu filho está agindo mal, significa que ele está pronto para o próximo passo, sejam tarefas ou aprendizados”, concordou outra mãe. “Essa experiência é muito real! Meu filho costumava fazer muitas birras, mas agora dou algumas tarefas simples que ele possa fazer e ele adora”, disse outra mãe.

As experiências desses pais são, sem dúvidas, revolucionárias para seus próprios níveis de estresse e desenvolvimento dos seus filhos. Embora, geralmente, as birras sejam desencadeadas pela frustração de uma criança em realizar uma tarefa de forma independente ou porque ainda estão desenvolvendo as habilidades de linguagem necessárias para expressar seus sentimentos, é claro que existem outras razões pelas quais uma criança de 2 anos pode parecer “terrível”. O importante é lembrar que existem maneiras simples e inteligentes de reconhecer essas razões e lidar com elas.

Leia também:

Mãe faz relato sobre filhos “gêmeos” que nasceram com 1 mês de diferença e história é emocionante

Mãe faz relato sobre o relacionamento da filha com a madrasta ex e texto viraliza nas redes

Mãe faz relato sobre pré-eclâmpsia pós-parto: “Sabia que tinha algo errado com meu corpo”

-Publicidade-