Mãe de menino com autismo conta que Cristiano Ronaldo o machucou ao bater em celular

Cristiano Ronaldo deu um tapa no celular de um menino no último sábado, após a derrota do Manchester United, a mãe da criança se pronunciou sobre o caso

Resumo da Notícia

  • Cristiano Ronaldo deu um tapa no celular de um menino após a derrota do Manchester United
  • O caso aconteceu no último sábado após a derrota do time do português
  • A mãe do menino contou que o tapa que Cristiano deu, machucou a mão da criança

No último sábado o Manchester United, time que Cristiano Ronaldo joga, perdeu o jogo, e na saída para o vestiário o jogador deu um tapa no celular de uma criança que estava filmando. A mãe do menino se pronunciou sobre o caso ao jornal  ‘Liverpool Echo’, segundo ela o filho se machucou com o tapa dado por Cristiano.

-Publicidade-

A mãe contou que o garoto tem 14 anos e se chama Jake. De acordo com Sarah Kelly, era a primeira vez do menino assistindo ao seu clube de coração e o dia estava perfeito até então, com a vitória do Everton e o gol de Anthony Gordon. “Estávamos filmando os jogadores do United entrando no vestiário, quando Jake abaixou o celular porque Ronaldo bateu na mão dele e sua mão estava sangrando. Ele abaixou o celular para ver o que aconteceu, não conseguia nem falar”, contou Sarah Kelly.

Cristiano Ronaldo deu um tapa no celular de um menino, após a derrota do time
Cristiano Ronaldo deu um tapa no celular de um menino, após a derrota do time (Foto: Reprodução/Instagram)

Depois da situação, Cristiano pediu desculpas ao garoto e o convidou para assistir a um jogo. “Nunca é fácil lidar com emoções em momentos difíceis como o que estamos enfrentando. No entanto, temos sempre que ser respeitosos, pacientes e dar exemplo para todos os jovens que amam este belo esporte. Gostaria de me desculpar pela explosão e, se possível, convidar este torcedor para assistir a um jogo em Old Trafford como um sinal de fair-play”, escreveu o atacante português em seu Instagram.

Sarah contou que Jake, que é autista e tem dispraxia, estava completamente abalado e que essa ocasião arruinou completamente a primeira experiência do garoto em um estádio de futebol. “Ele está muito chateado e essa situação realmente o desanimou de ir em um jogo novamente. Foi a primeira vez que ele foi a uma partida de futebol dele e isso aconteceu. Estávamos tendo um dia perfeito até esse momento que estragou o dia e nos deixou com um gosto amargo na boca, contou a mãe de Jake.

A mãe ainda disse que o filho é muito fã de Cristiano Ronaldo e estava muito animado em vê-lo de perto. “Ele [Cristiano] é um ídolo. Sim, ele não é do Everton e você gosta de quem você gosta, mas ele é um grande jogador. Meu filho estava o tempo todo ‘Ronaldo vai estar lá’. Ele é um ícone”, disse a mãe.