Mãe deixa filha de nove meses em frente ao portão de pai depois de atraso na pensão

O caso aconteceu no Mato Grosso do Sul

(Foto: Reprodução / G1)

Um homem teve uma surpresa quando viu a filha da ex-companheira do casal de 9 meses em frente à casa dele, nos braços da enteada de 12 anos, na última segunda-feira (29). O pai da criança procurou a polícia e o Conselho Tutelar de Três Lagoas, e segundo a autoridade, a mulher enviou foto da criança dentro do carro na porta de casa para o ex-marido justificando a ação de que a pensão estava atrasada em 9 dias.

-Publicidade-

Com a matéria feita pelo G1 e de acordo com a polícia, o homem que trabalha como serralheiro disse que os dois têm guarda compartilhada e alegou que o trabalho que executa não tem data exata para receber, e por isso atrasou a pensão.

Segundo o delegado que acompanha o caso, Orlando Abate Sacchi, a mulher não será indiciada por abandono de incapaz, já que ambos possuem guarda compartilhada. O Conselho Tutelar informou que está apurando o caso e orientou os pais sobre os direitos legais da criança.

-Publicidade-

O homem ainda disse que vai pedir a guarda definitiva da bebê e os dois serão chamados novamente pela Justiça para novos esclarecimentos.

Leia também:

Quem atrasar pensão ficará com nome sujo a partir de março

 

 

 

 

 

 

 

-Publicidade-