Mãe descobre diagnóstico de câncer raro após notar pálpebra caída do filho em foto

Kerry O’Kelly percebeu que a pálpebra de um dos olhos de seu filho caçula começou a ficar caída e ela decidiu investigar Só não imaginou que pudesse ser algo tão grave, como um câncer raro

Resumo da Notícia

  • Mãe descobre diagnóstico de câncer raro após notar pálpebra caída do filho em foto;
  • Kerry O’Kelly percebeu que a pálpebra de um dos olhos de seu filho caçula começou a ficar caída e ela decidiu investigar;
  • Kerry só não imaginou que pudesse ser algo tão grave, como um câncer raro

Uma mãe descobriu o diagnóstico de câncer raro nos olhos do filho caçula após notar que uma das pálpebras estava caída nas fotos. Kerry O’Kelly  é mãe de dois meninos, Tatum, 14 anos, e River, 7. Em entrevista ao The Sun, ela contou que, no ano passado, reparou que a pálpebra de um dos olhos de River parecia caída nas fotos, embora ele não se incomodasse, a princípio, e nem sentisse dor.

-Publicidade-

No entanto, quando um dos professores de River foi comunicar Kerry sobre as pálpebras caídas do menino, a mãe teve certeza que não era apenas “coisa da sua cabeça”. Kerry decidiu, então, enviar fotos para um médico, em setembro de 2021. O diagnóstico foi de conjuntivite, mas seu instinto materno a dizia para continuar investigando.

Em poucos dias, o inchaço nos olhos do garoto aumentou. A mãe, então, foi às pressas para o hospital, e, novamente, recebeu um diagnóstico errado. Desta vez, os médicos alegaram uma forte rinite. “Fazia sentido porque o pai dele também tem esse problema e River estava mesmo com o nariz escorrendo”, explica.

Não satisifeita com a resposta dos médicos, Kerry pediu para que investigassem os olhos de River mais a fundo (Foto: Reprodução/The Sun)

Os dois saíram do hospital com uma prescrição de medicamentos para rinite e os médicos disseram que eles deveriam retornar em uma semana. Em poucos dias, a situação foi piorando cada vez mais.

“Ele estava ficando chateado com a situação e dizendo que era feio, então, eu disse a ele para não se preocupar. No entanto, de fato, o olho estava ficando saltado. Parecia que o globo ocular seria empurrado para fora e os olhos ficaram desnivelados, já que um estava caído”, contou O´Kelly.

Instinto materno não falha!

Ainda intrigada com o possível diagnóstico do caçula, Kerry decidiu insistir novamente com os médicos para avaliar o que poderia estar causando a anormalidade nos olhos do filho. Foi então que ela recebeu ‘a ppior notícia de sua vida’: River estava com um tipo raro de câncer, que atinge em sua maioria crianças, chamado rabdomiossarcoma (RMS).

“Encontraram um caroço e eu chorei. Eu achei que ele ia passar por uma cirurgia para tirar esse caroço. Não pensei em mais nada. O médico verificou o nódulo novamente no dia seguinte e já havia aumentado. Eu esperava que eles dissessem que provavelmente não era nada e que eles estavam apenas verificando, mas a cara deles dizia tudo”, recorda.

O tratamento

Para não asssutar o filho, Kerry explicou que não contou para o filho sobre a doença. Ela usou a palavra rabdomiossarcoma. “Ele é muito jovem para ouvir essa palavra [câncer]. Ele pode perder a visão ou parte dela. E tem apenas sete anos, não vai entender isso”, lamenta.

O menino está fazendo os tratamentos, entre eles, a quimioterapia. Os cabelos dele já caíram. A boa notícia é que a quimioterapia parece estar fazendo efeito e o tumor está diminuindo. Segundo a mãe, ele deve seguir fazendo as sessões durante sete meses, para uma nova avaliação.

Kerry contou a história do filho para encorajar outros pais a não desconfiarem de seus instintos e sempre checarem sintomas incomuns
Kerry contou a história do filho para encorajar outros pais a não desconfiarem de seus instintos e sempre checarem sintomas incomuns (Foto: Reprodução/The Sun)